domingo, 23 de outubro de 2016

(Mundial de Clubes) Pelo tricampeonato, Sada/Cruzeiro pega o Zenit Kazan

Bicampeão (2013 e 2015), o Sada/Cruzeiro encara o Zenit Kazan, da Rússia, neste domingo, às 16h15min, no ginásio Divino Braga, em Betim, pelo Mundial de Clubes 2016. Indo para sua quarta decisão (foi vice em 2012), o time brasileiro conta com o apoio do torcedor para vencer novamente os atuais campeões europeus, já que as equipes se enfrentaram na final da edição passada. A partida será transmitida pelo Sportv e pela ESPN.

O Sada/Cruzeiro chega a decisão tendo vencido todos os jogos que fez até aqui na competição. Na estreia passou pelo Taichung Bank por 3 sets a 0, mesmo placar que impôs diante do Tala’ea El-Geish, do Egito e terminou a fase classificatória vencendo o Zenit Kazan por 3 sets a 1. O técnico Marcelo Mendez não conta com o ponteiro Filipe, que se lesionou logo na primeira partida, mas Rodriguinho pegou a posição e vem dando conta do recado com muita personalidade.

“Poucos tiveram a chance de jogar uma final de Mundial e nós vamos jogar pela quarta vez. Agora temos que descansar, pois um torneio de uma semana assim causa um pouco de cansaço”, disse o levantador William logo após a vitória do Sada/Cruzeiro sobre os argentinos do Bolívar na semifinal.

“Estou muito feliz de disputar essa final importantíssima com o Sada/Cruzeiro. Eu queria que o jogo fosse agora, que já pudéssemos jogar logo essa final, para não ter aquela tensão pré-jogo. A expectativa para decisão é a melhor possível, é tentar repetir o desempenho do primeiro jogo, sem os erros que cometemos contra eles, principalmente no segundo set. É entrar pra ganhar, jogar tudo que a gente sabe, dar literalmente o nosso sangue dentro de quadra”, disse o oposto Evandro, que assim como o cubano Simon chegou esta temporada a equipe celeste.

Pelo lado do Zenit Kazan,, tirando a derrota para o Sada/Cruzeiro, a equipe de Vladimir Alekno teve vitórias tranquilas sobre os times egípcio e de China Taipe. Em comparação a edição passada, os russos se reforçaram com a vinda do levantador Butko, que desde 2009 defendia o Lolomotiv Novosibirsk. Além disso, nomes como Leon, Anderson e Mikhaylov seguiram na equipe.

Equipes:

Sada Cruzeiro: William, Evandro, Leal, Rodriguinho, Simon, Isac e Serginho (líbero)
técnico: Marcelo Mendez

Zenit Kazan: Butko, Mikhaylov, Anderson, Leon, Ashchev, Volvich e Salparov (líbero)
técnico: Vladimir Alekno

foto: Renato Araujo/Sada/Cruzeiro/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário