quarta-feira, 19 de outubro de 2016

(Mundial de Clubes) Minas Tênis Clube perde para Trentino e está eliminado

Pela segunda rodada do Mundial de Clubes, o Minas Tênis Clube não resistiu a força do Trentino, da Itália, e perdeu por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/19 e 25/23, no ginásio Divino Brava, em Betim. Com o resultado, a equipe de Belo Horizonte, que já havia perdido na estreia para a UPCN, está eliminada da competição, mesmo ainda restando um jogo a fazer contra o Bolívar. 

O Trentino abriu 2 a 0 logo no início da partida. O time italiano ainda fez 5 a 1 e Nery Tambeiro pediu tempo. Na volta, mais um ponto para o Trentino. O Minas contou com alguns erros do adversário e aproximou em 8 a 6. O time visitante voltou a pontuar bem e, no bloqueio, passou a vantagem a cinco pontos: 18 a 13. O Minas conseguiu boa reação e reduziu a diferença para 20 a 18, forçando o Trentino a pedir tempo. O time mineiro chegou de vez quando conseguiu o empate em 23 a 23. Mas, no final, o Trentino fechou em 25 a 23.

O segundo set começou com o mesmo equilíbrio, com dois de vantagem para os italianos (8 a 6). Na sequência, a vantagem do Trentino aumentou e passou a ser de quatro em 11 a 7. No bloqueio, o time visitante chegou a 17 a 11. Neste momento, o treinador do Minas pediu tempo. O Trentino seguiu pontuando bem e venceu também o segundo set, fechando em 25 a 19.

O terceiro set abriu com ace do ponteiro Mão, mas, na sequência, seguiu com vantagem para o Trentino. O técnico Nery Tambeiro promoveu várias alterações, colocando Willian, Thiago Vanole e Abouba em quadra. Com ponto do central Solé, o grupo italiano chegou 18 a 13. O Minas então mais uma vez demonstrou bom poder de reação e aproximou no placar em 19 a 17. O Trentino voltou a abrir vantagem (22 a 18) e o Minas, em grande passagem de Vanole pelo saque, encostou em 24 a 23. No final, Trentino 25 a 23.

“Em alguns momentos nós conseguimos fazer frente ao qualificado e fortíssimo time do Trentino. É uma coisa muito boa, porque é uma equipe que saca muito forte, que tem um bloqueio muito bom, que tem atacantes com tempo de bola e velocidade. Então, vamos levar isso para o resto das competições que vamos disputar”, disse o central Flávio.

“Sabíamos que seria muito difícil. É um campeonato com o nível elevadíssimo, mas, de ontem para hoje, tivemos um nível melhor no passe, o que nos ajudou um pouco mais hoje. Não era o resultado que queríamos, mas agora temos mais um jogo na sexta, contra o Bolívar, um clássico entre Brasil e Argentina, e não queremos sair da competição sem ganhar nenhum set”, declarou o ponteiro Mão.

Ainda pelo Grupo B, nesta quarta-feira, o Bolívar vence a UPCN por 3 sets a 1, parciais de 33/31, 22/25, 30/28 e 27/25. Com isso, a classificação da chave apresenta o Trentino, com seis pontos, os dois clubes argentinos com três pontos e o Minas Tênis Clube com zero. Nesta quinta-feira, às 17h30min, o Trentino encara o Bolívar, enquanto na sexta-feira, às 15h, o Bolivar pega o Minas Tênis Clube e às 20h, o UPCN encara o Trentino no encerramento da fase classificatória.

Equipes:

Minas Tênis Clube: Gelinski, Bisset, Mão, Samuel, Pétrus, Flávio e Rogerinho (líbero). entraram: Abouba, Carísio, Gabriel, Maique, Willian, Thiago Vanole e Bruno
técnico: Nery Tambeiro

Trentino: Giannelli, Lanza, Solé, Van de Voorde, Štokr, Urnaut e Colaci (líbero)
entrou: Antonov
técnico: Angelo Lorenzetti

foto: FIVB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário