sexta-feira, 7 de outubro de 2016

(Mineiro) Sada/Cruzeiro e Minas Tênis Clube decidem mais uma vez o título

Sada/Cruzeiro e Minas Tênis Clube decidirão o Campeonato Mineiro pelo sétimo ano consecutivo nesta sexta-feira, às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem. Jogando em seus domínios, o clube celeste quer repetir o desempenho dos últimos seis anos e levantar o caneco novamente. Já o tradicional time de Belo Horizonte tenta quebrar essa sequência e voltar a conquistar o título algo que não ocorre desde 2007.

Mesmo com o Mundial de Clubes batendo na porta, o Sada/Cruzeiro seguiu focado no Estadual, tanto que fez a melhor campanha da fase classificatória, tendo vencido os seis jogos que realizou, além da vitória sobre o JF Vôlei na semifinal. O técnico Marcelo Mendez não esconde que usa o Campeonato Mineiro para entrosar ainda mais a equipe, principalmente as novas peças, no caso o oposto Evandro e o central Simon.

“É melhor nem pensar em retrospecto, pois não podemos entrar relaxados, achando que vai ser fácil, porque vencemos por 3 a 0. Vamos encarar um time modificado, que entrou diferente na última partida contra Montes Claros e surpreendeu. Acredito que eles virão para a decisão com essa nova formação e temos que estar preparados. É final. Não importa se é de campeonato da rua, da escola, Campeonato Mineiro ou Mundial. É jogar com sangue nos olhos do começo ao fim, não pensar em nenhum momento no Mundial, só neste jogo, e assim as coisas vão fluir bem”, comentou o líbero Serginho.

O Minas Tênis Clube chega para a decisão após um jogo complicado diante do Montes Claros, que terminou no tie-break, no ginásio Tancredo Neves. Para o técnico Nery Tambeiro, o momento é de segurar o saque adversário e superar a defesa do time cruzeirense com muita calma no ataque. 

“Depois de uma semifinal complicada e difícil, entramos na final para tentar fazer história. O Sada/Cruzeiro é o favorito, tem um elenco fortíssimo, mas vamos fazer nosso melhor. Precisamos sacar bem e tentar surpreender o adversário nesse fundamento. Treinamos muito o sistema tático. Além disso, temos que anular as maiores armas deles, que são o saque e o ataque. Se conseguirmos ir bem nesses fundamentos, acredito que faremos um bom jogo. Vamos para o que der e vier amanhã, e acreditamos que podemos surpreender nesta final”, comentou Nery Tambeiro.

“Nosso time não jogou bem contra o Cruzeiro nos últimos jogos. Temos que começar mais agressivos e com intensidade lá em cima. Tudo isso sem perder a lucidez. Assim, conseguiremos fazer bom jogo. Temos que ir bem em todos os fundamentos e anular os pontos fortes do time deles. O resultado será consequência dessa postura”, destacou o central Flávio.

foto: Renato Araujo/Sada/Cruzeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário