sábado, 17 de setembro de 2016

(Paulista) Com Taquaral lotado, Funvic/Taubaté vence Brasil Kirin no tie-break

Os 2.600 torcedores que estiveram no Ginásio do Taquaral viram uma grande partida, decidida nos detalhes e recheada de emoção, na qual a Funvic/Taubaté venceu o Vôlei Brasil Kirin por 3 a 2, parciais de 28/26; 25/23; 24/26; 19/25 e 15/12), pelo Campeonato Paulista – Divisão Especial. Com o resultado, a equipe do Vale do Paraíba chegou aos 10 pontos e segue na 2ª colocação, enquanto o time de Campinas continua no 3º lugar, com sete pontos.

O Vôlei Brasil Kirin foi puxado pela boa atuação dos Maurício Souza e Vini manteve o equilíbrio durante todo primeiro set. Desde o início, a dupla não deixou o adversário disparar no marcador. O camisa 17, com boa passagem pelo saque, foi buscar uma desvantagem de dois pontos, igualando o marcador: 8 a 8. Quando os visitantes voltaram a abrir boa frente (20 a 18), Vini fechou a porta de Lucas Lóh, em bloqueio, e deixou tudo igual novamente (20 a 20). Aproveitando o calor da torcida e as entradas de Jotinha e Rivaldo, os campineiros rodaram dois contra-ataques seguidos e ficaram na frente (22 a 20). No final, porém, a Funvic/Taubaté teve tranquilidade e conseguiu fechar em 26 a 28.

Na segunda parcial, o Vôlei Brasil Kirin começou fora de sintonia e viu os adversários saírem na frente na primeira parada (6 a 8). Com tranquilidade e boa participação dos ponteiros na virada de bola, o time campineiro se manteve na partida, mesmo em desvantagem, e não deixou o adversário desgarrar. Após a segunda paralisação, em passagem de Maurício Souza pelo saque, os mandantes foram buscar o empate (17 a 17). Vini decretou a virada em bloqueio pelo meio (19 a 18). A reta final da parcial foi tensa e com ânimos acirrados. Os visitantes, desta vez, erraram menos e fizeram 23 a 25.

Precisando vencer para se manter vivo, o Vôlei Brasil Kirin dominou completamente a terceira parcial. Ygor Ceará anotou dois pontos seguidos: primeiro em bloqueio simples em cima de Wallace, depois em contra-ataque, e deixou o placar empatado (8 a 8). Os donos da casa abriram vantagem em bloqueio de Rodriguinho pela saída de rede (13 a 11) e mantiveram a concentração e foram comandando o placar com Rivaldo e Diogo inspirados na virada de bola. No final, após erro no ataque adversário, os donos da casa fecharam: 26 a 24. 

O Vôlei Brasil Kirin não desperdiçou o bom momento e seguiu pressionando na quarta parcial. Forçando o adversário a errar, o time campineiro foi para a primeira parcial na frente (8 a 7). Comandado pelo líbero Tiago Brendle, o sistema defensivo dos donos da casa funcionou bem e proporcionou oportunidades de contra-ataque. Num deles, Rivaldo deu bela largada e deixou a vantagem em três pontos (12 a 9). Rodriguinho seguiu tranquilo na distribuição e os mandantes não tiveram problema para fechar o quarto set por 25 a 19. 

No tie-break, empurrado por sua torcida, o Vôlei Brasil Kirin seguiu mostrando garra e conseguiu um ace com Vini para inflamar o Taquaral logo no início da parcial decisiva. Mesmo com a força das arquibancadas, o time campineiro não manteve o ritmo e com a Funvic/Taubaté bem no ataque, o que se viu foi a vitória dos visitantes por: 15 a 12. 

“Poderíamos ter saído daqui com a vitória, em meio ao equilíbrio do jogo, deixamos escapar algumas oportunidades. O time cresceu, evoluiu e isso também é importante. Agora é descansar, trabalhar nessa semana que teremos pela frente e buscar um novo resultado positivo”, comentou o central Maurício Souza, um dos destaques da partida. 

O Vôlei Brasil Kirin volta às quadras contra São Bernardo, no próximo dia 25, às 17h, novamente no ginásio do Taquaral. Já a Funvic/Taubaté encara o Sesi-SP, no dia 24, às 19h, no ginásio Abaeté.

foto: Gabriel Inamine/Vôlei Brasil Kirin

Nenhum comentário:

Postar um comentário