segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Antes de assumir o Sesc-RJ, Giovane Gávio trabalha com a Seleção Sub-21

Desde que deixou o Sesi-SP, Giovane Gávio nunca escondeu que gostaria de retornar ao cargo de técnico e passados três anos, ele terá a missão de comandar a Seleção Brasileira Sub-21 no Campeonato Sul-Americano, que ocorre em outubro, na cidade de Bariloche, no Chile. Na sequência, ele assume o Sesc-RJ, projeto ambicioso, que na temporada 2016/2017 estará na disputa da Superliga B.

“O projeto é maior do que um time de vôlei porque é de esportes. Vamos começar com o vôlei. Fico contente de contribuir com esse momento. O Rio precisa dar continuidade a toda essa onda dos Jogos. O projeto vem para assumir esse papel de protagonista. A partir de janeiro vamos buscar uma vaga na elite”, declarou Giovane Gavio, em entrevista ao Globoesporte.com

Bicampeão olímpico, Giovane também tem uma carreira sólida como treinador tendo conquistado nos quatros anos a frente do Sesi-SP: quatro títulos da Copa São Paulo, três Campeonatos Paulistas, além da conquista da Superliga na temporada 2010/2011, e do Sul-Americano de Clubes em 2011. Com os pés no chão e muito conhecimento, ele buscou jovens talentosos para formar o elenco: o central Tiago Barth, o ponteiro Ary, o oposto PV, além de atletas experientes como: o levantador Everaldo e o líbero Lucianinho.

Nesta terça-feira, às 19h30min, o Sesc-RJ entra em quadra diante do Botafogo, no ginásio de General Severiano e na sequência, às 21h, a Seleção Brasileira Sub-21 pega o Bolívar, da Argentina. O quadrangular serve para as equipes se aquecerem pensando na temporada 2016/2017.

foto: CBV/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário