quinta-feira, 11 de agosto de 2016

(Jogos Olímpicos) Por 100% de aproveitamento, Brasil encara os EUA

Após as vitórias sobre o México e o Canadá, a Seleção Brasileira enfrenta, nesta quinta-feira, às 22h35min, os Estados Unidos, no Maracañazinho, pela terceira rodada da fase classificatória dos Jogos Olímpicos Rio/2016. Com seis pontos, o time verde e amarelo divide a liderança do Grupo A com a Itália, porém perde no set average. Já os norte-americanos buscam a recuperação após derrotas para Canadá e Itália.

“Vai ser mais uma pedreira, como é a cada partida em uma Olimpíada. Sabemos que, mesmo depois de duas derrotas, o time dos Estados Unidos vem com tudo para enfrentar o nosso time justamente para mudar essa situação em que eles se encontram (...) Vai ser mais um jogo difícil e temos que entrar em quadra totalmente focados para manter a nossa boa sequência de vitórias na Olimpíada”, opinou o ponteiro Maurício Borges.

A expectativa contra os norte-americanos é a presença de Maurício Souza, que já vem treinando normalmente e pode estrear após se recuperar de uma lesão na coxa. O técnico Bernardinho sabe que o adversário virá sacando forte e que as derrotas anteriores não mudam nada para a equipe de John Speraw. Mesmo com a qualidade do oposto Anderson, o destaque dos Estados Unidos no momento é o ponteiro Aaron Russell, maior pontuador contra a Itália.

Ainda pelo Grupo A nesta quinta-feira, Canadá e França, que somam uma vitória e uma derrota cada se encaram às 17h05min, de olho em uma melhor colocação. Já a Itália pega o México, último colocado da chave, às 20h30min. No Grupo B, o Irã venceu nesta manhã Cuba por 3 sets a 0 e neste momento a Rússia enfrenta o Egito. Mais tarde, a surpreendente Argentina (líder, com seis pontos) pega a Polônia (cinco pontos), às 15h, em duelo que promete pegar fogo.

Equipes:

Brasil: Bruninho, Wallace, Lucão, Éder, Lucarelli, Maurício Borges e Serginho (líbero)
técnico: Bernardinho

Estados Unidos:
Christenson, Anderson, Sander, Russell, Holt, Lee e E. Shoji (líbero)
técnico: John Speraw

foto: FIVB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário