sexta-feira, 12 de agosto de 2016

(Copa SP) No tie-break, Sesi-SP supera Brasil Kirin e chega a decisão

Na primeira semifinal da Copa SP, o Sesi-SP derrotou o Brasil Kirin por 3 sets a 2, parciais de 25/15, 20/25, 23/25, 25/20 e 17/15, no ginásio da Vila Leopoldina. Mesmo sem os seus selecionáveis, que estão nos Jogos Olímpicos Rio/2016, e sendo inicio de temporada, as equipes mostraram um bom volume em quadra, algo que alegrou quem estava na torcida. Na decisão, os paulistanos encaram a Funvic/Taubaté, que passou por São Bernardo. 

Os dois times começaram o jogo se estudando, porém o Sesi-SP chegou com quatro pontos de vantagem na primeira parada técnica: 8 a 4. Bem entrosado com seus atacantes, o levantador Rafa soube distribuir bem as bolas, enquanto o Brasil Kirin passou correndo atrás do marcador durante toda parcial. No final, 25 a 15 para os donos da casa.

No segundo set, o Brasil Kirin se encontrou em quadra, com destaque para Vini e Diogo, que ajudaram a equipe a fazer 5 a 8 na primeira parada técnica. Com o experiente ponteiro inspirado, os visitantes seguiram crescendo e comandando o placar e fizeram 13 a 16 na segunda parada obrigatória. Após erro de ataque do Sesi-SP, os comandados de Horacio Dileo fecharam em 20 a 25.

Com Murilo em quadra no lugar do jovem Fábio Capalbo, o Sesi-SP melhorou no passe e no ataque, conseguindo abrir 8 a 5 na primeira parada técnica do terceiro set. Depois de dois contra-ataques de Diogo e bloqueio de Matheus, o Brasil Kirin deixou tudo igual: 8 a 8. Com muitas trocas no marcador, os donos da casa chegaram a fazer 14 a 11, mas logo o duelo estava 16 a 16. Na reta final, com muita força no ataque, os visitantes venceram por 23 a 25.

Como não poderia deixar de ser, o quarto set foi bastante equilibrado, tanto que a primeira parada técnica tinha a vantagem de um ponto para o Brasil Kirin: 7 a 8. O Sesi-SP tinha na presença de Murilo um melhor controle do passe, o que também facilitou para o ponteiro Vaccari aparecer forte no ataque, sendo o maior pontuador do jogo, com 24 acertos. No final, os donos da casa abriram 20 a 17 e com a vantagem fecharam por 25 a 20.

No set final, o Vôlei Brasil Kirin mostrou bloqueio afiado com duas pregadas consecutivas de Vini. O paredão campineiro ajudou o time visitante a trocar de lado na frente: 4 a 8. Os paulistanos também foram bem no fundamento e conseguiram empatar em 10 a 10, deixando a decisão emocionante. No final, em belo saque do central Aracaju, o Sesi-SP fechou o jogo em 17 a 15.

“Eu me sinto muito bem aqui e quero fazer cada vez mais. Fico muito feliz em fazer uma partida inteira e melhor ainda é começar a temporada já com uma vaga na final. Agora é me dedicar cada vez mais, crescer com a equipe e buscar esse título”, declarou o central Sidão, que anotou nove pontos.

“Foi um grande duelo. Sabíamos que seria complicado. Jogos assim são decididos em pequenos detalhes. Em algumas situações, nos comportamos diferente dos treinamentos, especialmente no tie-break, quando deveríamos ter tido mais paciência para rodar a bola. Agora é dar sequência e seguir trabalhando”, comentou o técnico Horacio Dileo. 

Equipes:

Sesi-SP: Rafinha, Fábio Capalbo, Vaccari, Sidão, Aracaju, Theo e Pureza (líbero)
entraram: Alan Patrick, Johan, Murilo e Leitzke
técnico: Marcos Pacheco

Brasil Kirin: Rodriguinho, Rivaldo, Ygor Ceará, Diogo, Matheus, Vini e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Jotinha, Bruno Temponi e Willian
técnico: Horacio Dileo

foto: Sesi-SP/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário