domingo, 24 de julho de 2016

Sada/Cruzeiro conta os dias para amistoso internacional diante da Polônia

Depois de pouco mais de seis semanas de pré-temporada e quase quatro meses da conquista do tetra da Superliga, o Sada/Cruzeiro voltará a sentir o calor da torcida. Na próxima semana, a equipe celeste disputará a primeira partida da temporada, um amistoso internacional contra a seleção da Polônia. O primeiro duelo está marcado para sexta-feira, às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem, enquanto o segundo ocorre na terça-feira, dia 2, no mesmo local.

Uma das postulantes ao ouro na disputa dos Jogos Olímpicos, a Polônia chega ao Brasil e desembarca em Belo Horizonte nesta segunda-feira. Além dos amistosos contra a equipe estrelada, a Polônia utilizará as instalações do clube celeste para finalizar sua preparação para a competição que acontece no Rio de Janeiro a partir do dia 5 de agosto. Por outro lado, o Sada/Cruzeiro anseia pelos confrontos que são parte importante da pré-temporada.

“O time da Polônia vem embalado e já em fase de polimento para jogar a Olimpíada, o campeonato mais importante do mundo em nível de seleção, e a gente vem de um mês de preparação depois de uma temporada desgastante e vencedora. É obvio que a gente vai entrar para ganhar, mas a gente sabe que o desafio é grande, pois existe essa disparidade no momento. Mas vai servir de parâmetro para saber como a gente está e também para aprender muito. A equipe polonesa joga muito bem e é muito bom ter contato com esses times que vem de fora, com uma cultura diferente, até pra ver o que a gente tem feito de bom e o que os caras podem agregar ao nosso jogo futuramente”, analisou o líbero Serginho, que ainda ressaltou o alto nível do adversário.

“Eles têm seis caras que sacam bem, é um nível bem acima do que a gente pratica no Brasil. Aqui, às vezes ficamos preocupados com um, dois saques durante um jogo. E vamos jogar num nível bem próximo do que vamos encontrar no Mundial, principal objetivo da temporada. É claro que não estamos com todas as peças prontas e nem com todas as peças no grupo, ainda vamos precisar de mais um tempo para ter entrosamento. Ainda tem também o Mineiro pela frente, então quanto mais a gente conseguir jogar contra adversários que não são nossos concorrentes nas competições da temporada, mais a gente consegue se desenvolver sem que eles tenham informações sobre como estamos trabalhando com esta nova formação”, concluiu o camisa 17.

foto: Renato Araujo/Sada/Cruzeiro/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário