quinta-feira, 14 de julho de 2016

(Liga Mundial) Brasil encara os EUA já classificado para a semifinal

De folga na tabela nesta quinta-feira, a Seleção Brasileira treinou e acompanhou a vitória da Itália sobre os Estados Unidos pela fase final da Liga Mundial. Bastava que os italianos perdessem um set para que o Brasil garantisse a classificação para as semifinais (o que aconteceu com o resultado de 3 a 1). Portanto, nesta sexta-feira, às 15h30min (horário de Brasília) os comandados de Bernardinho entram em quadra já classificados para enfrentar os americanos, na Tauron Arena, em Cracóvia, na Polônia. A partida terá transmissão do Sportv.

Brasil e Estados Unidos já se enfrentaram nesta edição da Liga Mundial, ainda na primeira semana, no Rio de Janeiro, e o time verde e amarelo venceu por 3 sets a 1. Desta vez, no entanto, espera-se uma nova história. Para o oposto Wallace, o momento é outro e toda a equipe tem que estar preparada e jogar com a mesma concentração. Já o líbero Serginho se preocupa com a força do adversário, mesmo depois do resultado negativo desta quinta-feira.

“Acho que independentemente do que aconteceu no Brasil, quando fizemos uma boa partida, agora é outro momento, fase final é outro campeonato, e temos que entrar para fazer o nosso melhor. Vamos buscar fazer o nosso melhor jogo como sempre”, disse o oposto Wallace.

“É sempre muito difícil jogar contra os Estados Unidos. É um time que joga taticamente muito correto. Eles entram com uma tática de jogo e não mudam. Mas o nosso time está vivendo um momento muito bom e temos que entrar com o gás total para fazer uma boa partida e garantir essa vaga na semifinal”, afirmou o líbero Serginho.

Com três pontos, o Brasil está na frente da Itália, que tem a mesma pontuação no Grupo K, enquanto os Estados Unidos não pontuaram ainda. Já no Grupo J, a Sérvia soma três pontos (já classificada), enquanto a Polônia tem dois pontos e a França tem apenas um. Também nesta sexta-feira, Sérvia e França se enfrentam para definir os confrontos semifinais que ocorrem no sábado, na Cracóvia.

Equipes:

Brasil: Bruninho, Wallace, Lucão, Maurício Souza, Lucarelli, Maurício Borges e Serginho (líbero)
técnico: Bernardinho

Estados Unidos: Anderson, Russell, Christenson, Lee, Holt, Sander e E. Shoji (líbero)
técnico: John Speraw

foto: FIVB/Divulgação

Um comentário:

  1. Na verdade o Brasil ganhando um set hoje dos EUA já fica em primeiro no grupo. Se vencer 2 sets elimina a seleção americana. Ou seja, os americanos não podem perder 2 sets para o Brasil que serão eliminados.

    ResponderExcluir