quinta-feira, 21 de julho de 2016

FIVB exclui tempos técnicos obrigatórios para os Jogos Olímpicos Rio/2016

A Federação Internacional de Voleyball oficializou, na última quarta-feira, a exclusão dos pedidos de tempos técnicos obrigatórios (8º e 16º ponto) por set para os Jogos Olímpicos. A mudança já vinha sendo testada em algumas competições homologadas pela FIVB, como o Montreux Volley Masters, e dependendo da resposta no Rio/2016 pode ser referendada para todos os torneios da entidade.

A mudança tem a intenção de agilizar o andamento das partidas, sendo que atualmente, além dos tempos técnicos, cada treinador ainda tem dois pedidos por set. Não é de hoje que existem reclamações das redes de televisão quanto a duração dos jogos e depois de testar a diminuição da pontuação (para 21 o que não deu certo), a diminuição das paradas chega bem por todos.

Curiosamente, em meio a retirada dos tempos técnicos existe a relação com a tecnologia. O vídeo check ainda é confuso e, muitas vezes, demorado seja por uma falha na comunicação entre técnicos e árbitros, ou com a agilidade de quem controla a ação na mesa de pontuação.

Nos Jogos Olímpicos, o Brasil está no Grupo A ao lado de Canadá, França, Itália, México e Estados Unidos. Já o Grupo B conta com Argentina, Cuba, Egito, Irã, Polônia e Rússia.

foto: FIVB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário