domingo, 19 de junho de 2016

(Liga Mundial) Brasil se despede do Rio de Janeiro com vitória sobre os EUA

Encerrando a etapa do Rio de Janeiro da Liga Mundial, a Seleção Brasileira venceu os Estados Unidos por 3 sets a 1, parciais de 25/19, 25/15, 22/25 e 25/22, na Arena Carioca 1. Com isso, os comandados de Bernardinho mantiveram o 100% de aproveitando, já que ganharam anteriormente de Irã e Argentina. Agora, a equipe brasileira segue para a Sérvia, onde enfrentará os donos da casa, os iranianos novamente e a seleção da Bulgária. Os jogos serão nos dias 23, 24 e 25 deste mês, em Belgrado.

Os Estados Unidos saíram na frente e, com Lipe, o Brasil empatou em 1 a 1. Um novo empate em 4 a 4 demonstrou o equilíbrio do set. A seleção brasileira, no entanto, abriu boa vantagem em 9 a 5. No segundo tempo técnico, a diferença já era de seis pontos (16 a 10). Com Wallace, a equipe da casa chegou a 21 a 15. Quando a equipe de Bernardinho chegou a 23 a 17, o adversário pediu tempo. No final, no ataque de Lucarelli, o Brasil fechou em 25 a 19.

O segundo set começou com boa vantagem do Brasil. Na largadinha de Wallace, o placar foi para 7 a 3. No bloqueio de Lucão, a seleção brasileira chegou a 8 a 3. Em grande passagem de Éder pelo saque, a seleção brasileira abriu ampla vantagem em 12 a 3. Com Lucarelli, o time do Brasil fez 16 a 5. Os donos da casa mantiveram boa vantagem em 20 a 11. No ace de Éder, o Brasil chegou a 22 a 11. E, com Lucão no ataque, a seleção brasileira venceu por 25 a 15.

Diferente dos dois primeiros, o terceiro set teve bastante equilíbrio logo no início, com as equipes empatando em 3 a 3. No bloqueio de Lee, a equipe dos Estados Unidos fez 5 a 4. Com outro ponto de bloqueio, o adversário chegou a 10 a 7 e Bernardinho pediu tempo. O placar ainda foi favorável ao time visitante em 19 a 14. O Brasil reagiu e, bem no contra-ataque, chegou a 19 a 17. Foi a vez dos Estados Unidos pedirem tempo. A seleção brasileira não deixou o adversário abrir e manteve os dois pontos de diferença em 22 a 20. Com Lucarelli, o Brasil encostou em 22 a 21. Mas, os Estados Unidos fecharam em 25 a 22.

No quarto set, o Brasil abriu 3 a 0. No bloqueio triplo, o time da casa fez 4 a 1. O time dos Estados Unidos encostou em 5 a 4. No bom saque, a equipe visitante chegou ao empate em 7 a 7. No saque de Lucarelli, o Brasil chegou a 11 a 8. O adversário buscou e colocou um de vantagem em 16 a 15. Os norte-americanos abriram dois em 18 a 16 e Bernardinho pediu tempo. O placar estava em 20 a 17 quando Éder foi para o saque. Nesta passagem, o placar ficou empatado em 20 a 20. Ainda com Éder no saque, o Brasil fez 22 a 20. E, no final, a equipe brasileira fechou em 25 a 22.

“Estávamos treinando muito saque, trabalhamos de forma específica, e é muito bom ver que deu certo no jogo. Sabemos que essa é uma arme fundamental em todos os momentos, tanto agora na Liga Mundial, como nos Jogos Olímpicos. Fiquei feliz exatamente por isso, por conseguir executar na partida o que vinha fazendo nos treinos”, disse Éder, que fez quatro pontos de saque na partida.

“Todo o grupo me passa muita confiança, então fica um pouco mais fácil para colocar em quadra na hora do jogo tudo que treinamos. Fico feliz de poder corresponder a expectativa. Foi a primeira vez na minha vida que joguei neste horário e a adrenalina do jogo é exatamente a mesma. A programação do dia mudou um pouco, mas, na hora do jogo, não muda muito, não tem como sentir sono”, afirmou o ponteiro Lucarelli.

Equipes:

Brasil:
Bruninho, Wallace, Lucão, Éder, Lucarelli, Lipe e Serginho (líbero)
entraram: Evandro e William
técnico: Bernardinho

Estados Unidos: Anderson, Russel, Sander, Lee, Christenson, Holt e Shoji E.(líbero)
entraram: Shoji K., Priddy e Smith
técnico: John Speraw

foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário