sábado, 25 de junho de 2016

(Liga Mundial) Brasil derrota Bulgária e segue no segundo lugar geral

No terceiro e último jogo da segunda semana da Liga Mundial, o Brasil derrotou a Bulgária por 3 sets a 0, parciais de 25/14, 25/21 e 25/12, no ginásio Aleksandar Nikolic, em Belgrado. Com o resultado, a equipe de Bernardinho continua na 2ª posição da classificação geral, com 15 pontos, e agora viaja para Nancy, na França, onde encara no próximo final de semana a Polônia, a Bélgica e os donos da casa. 

A seleção brasileira abriu o placar com Maurício Souza. No ace de Lucarelli, 3 a 1. Ainda com o ponteiro no saque, a equipe verde e amarela abriu 5 a 1. Com Maurício Borges no ataque, o Brasil ainda fez 6 a 1. Com tranquilidade, o time de Bernardinho fez 8 a 3. Com Wallace, a seleção brasileira abriu o dobro de pontos (12 a 6). No erro de saque do adversário, o Brasil chegou a 16 a 10 e, depois, a 18 a 11. Bruninho salvou uma bola, Maurício Borges atacou e a equipe brasileira fez 21 a 13. Novamente com Borges, 22 a 13. No final, o Brasil fechou em 25 a 14.

A Bulgária voltou embalada para o segundo set e esteve a frente no primeiro tempo técnico, com a vantagem de um ponto (8 a 7). Os búlgaros chegaram a colocar três de frente em 14 a 11. Explorando o bloqueio brasileiro, a Bulgária fez 16 a 13. A Seleção Brasileira reagiu e, no ace de Éder, encostou no placar: 16 a 15. Com Lucarelli, o Brasil deixou tudo igual em 17 pontos. No ponto de Maurício Borges, o time verde e amarelo assumiu o comando do marcador (19 a 18). Maurício Souza bloqueou e o Brasil fez 20 a 18. Ace de Lucarelli (21 a 18). No bloqueio, a seleção brasileira venceu o segundo set por 25 a 21.

Maurício Souza abriu o placar da terceira parcial para o Brasil. No ace de Bruninho, a equipe verde e amarela abriu 3 a 0. O set ganhou equilíbrio em 8 a 7, mas a Seleção Brasileira voltou a abrir vantagem em 10/7. A diferença aumentou ainda mais e, no bloqueio de Wallace, chegou a 15 a 9. Na sequência, com ponto de saque de Maurício Souza, 16 a 9. Quando o placar estava favorável ao Brasil em nove pontos (19 a 10), Bernardinho deu oportunidade ao jovem ponteiro Douglas, de 20 anos. No bloqueio, o time verde e amarelo fez 20 a 10. A seleção brasileira, então, só administrou o placar e fechou em 25 a 12.

“Foi uma semana dura. Sabíamos que teríamos três jogos difíceis aqui. Sofremos uma derrota, quando não conseguimos jogar muito bem, mas agora seguimos para a França, onde vamos com tudo para buscar a classificação para a Fase Final”, disse o líbero Serginho.

“Foi uma semana boa. Tivemos um jogo muito difícil contra a Sérvia, quando eles fizeram um jogo excelente, acima da média, e nos superaram. Ontem e hoje conseguimos duas vitórias importantes, que nos ajudam no objetivo de buscar a vaga nas finais. Foi uma semana produtiva, onde evoluímos mais ainda”, comentou o central Éder,

Equipes:

Brasil: Bruninho, Wallace, Éder, Maurício Souza, Lucarelli, Maurício Borges e Serginho (líbero)
entraram: Evandro, William e Douglas
técnico: Bernardinho

Bulgária: Gotsev, Penchev, Skrimov, Seganov, Ivanov, Sokolov e Yosifov (líbero)
entraram: Grozdanov e Agontsev
técnico: Plamen Konstantinov

foto: FIVB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário