quinta-feira, 23 de junho de 2016

Copel Telecom/Maringá anuncia Nutti como treinador e pacotão de reforços

De uma só tacada, a diretoria do Copel Telecom/Maringá anunciou oficialmente a comissão técnica e o grupo de jogadores para a temporada 2016/2017. Com grande reformulação, quem comandará o time será Sidnei Nutti, que esteve um bom período na Seleção Brasileira e terá sua primeira experiência como treinador principal. Ao seu lado estarão: Otávio Machado (auxiliar técnico), João Alexandre Kiko (assistente técnico) e Sérgio Maçam (preparador físico).

Depois de quase acertar uma parceria com a Voleisul para disputar a Superliga 2016/2017, o Copel Telecom/Maringá acabou recebendo um convite da CBV para ocupar a vaga do São José Vôlei, que desistiu da competição por problemas financeiros. Pensando em melhor a colocação, já que ficou no 11º lugar na edição passada, apenas cinco jogadores do elenco passado continuam, casos dos levantadores Ricardinho e Elder Coutinho, dos centrais Ualas Martins e Mudo e do líbero Guilherme Gentil.

O orçamento para a temporada é considerado um dos menores da Superliga, mas para o levantador e presidente da equipe, Ricardinho, o time base que já está praticamente definido para o início dos trabalhos é competitivo. Chegaram jogadores experientes, como o oposto Leozão, ex-Funvic/Taubaté, o central Michael, ex-Brasil Kirin e o ponteiro Renato Hermely, ex-JF Vôlei. O destaque fica por conta do bom líbero Felipe, que chegou a ser chamado por Bernardinho, que estava na Funvic/Taubaté.

Com aval de Ricardinho e Nutti, que se conhecem desde os tempos de Cocamar (ex-equipe paranaense que já disputou a Superliga nos anos 90) chegam jogadores não muito conhecidos do público brasileiro, como os jovens Pedro Téles (levantador, que estava na Funvic/Taubaté) e o ponteiro Matheus Seco (ponteiro, que atuava no Brasil Kirin), além do também ponteiro Thiago Aranha, que estava no voleibol francês, e do oposto Marcílio Silva, que atuava na Espanha.

“O elenco é esse, um time competitivo mesclando atletas jovens e experientes. Agora vou sentar com a diretoria e com nossos supervisores para rever todo o orçamento para a temporada, mas com certeza estamos esgotados (...) Estamos abertos a empresas que queiram patrocinar o voleibol de Maringá, com certeza precisamos de mais patrocinadores, até porque, o ideal seriam pelo menos mais dois grandes nomes para fortalecer a equipe, mas pelo orçamento atual fica impossível”, declarou Ricardinho.

Confira o elenco:

Levantadores: Ricardinho, Élder e Pedro Téles
Opostos: Leozão e Marcílio Silva
Centrais: Michael, Ualas e Mudo
Ponteiros: Renato Hermely, Matheus Seco e Thiago Aranha
Líberos: Felipe e Guilherme Gentil

foto: Unisul/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário