sexta-feira, 1 de abril de 2016

(Superliga) Brasil Kirin e Funvic/Taubaté fazem 2º duelo da semi no Taquaral

O 2º jogo da serie semifinal entre Brasil Kirin e Funvic/Taubaté ocorre nesta sexta-feira, às 20h, no ginásio do Taquaral. Por ter vencido o primeiro confronto, no ginásio Abaeté, por 3 sets a 1, a Funvic/Taubaté chega a decisão da Superliga 2015/2016 com uma vitória simples, enquanto a equipe de Campinas precisa vencer para forçar um terceiro duelo no Vale do Paraíba. A partida terá transmissão do Sportv.

Depois da derrota no Abaeté, o Brasil Kirin não quer saber de perder a oportunidade de vencer em casa e seguir na briga pela vaga inédita na final. O técnico Alexandre Stanzioni teve uma semana inteira de trabalho e o discurso de todos na equipe de Campinas é vencer de qualquer maneira. Destaque para o ponteiro Lucas Lóh, recuperado de uma entorse no tornozelo direito e para o levantador Gonzalez.

“Não fomos bem na primeira partida. Nos complicamos errando muito e as falhas custaram o resultado. O foco é só no duelo desta sexta-feira, não tem mais jeito. Temos brigar por cada bola, nos impor e buscar o melhor desempenho (...) Temos que ter equilíbrio e cabeça no lugar. Nosso sistema de ataque não foi tão bem no primeiro jogo, mas o passe e a defesa compensaram. Por isto, é rodar a bola com calma, seguir suportando o saque e entrar confiante em cada ação”, comentou o técnico Alexandre Stanzioni..

“Conseguimos construir um histórico positivo de reação em situações de pressão. Tivemos momentos parecidos como este. Precisávamos do resultado, entramos com uma postura agressiva e tivemos sucesso. Não dá para ser diferente contra Taubaté. Não fomos bem no primeiro jogo e estamos concentrados em cumprir nosso objetivo maior: chegar à final”, completou o central Luizinho.

Pelo lado da Funvic/Taubaté, o técnico Cezar Douglas viu sua equipe mostrar um bom rendimento jogando no ginásio Abaeté. A expectativa é que todos estejam 100% ligados desde o começo do confronto no Taquaral, onde ninguém espera ter uma partida fácil. Os ponteiros Lucarelli e Lipe são os principais nomes da equipe, porém o levantador Rapha e o oposto Sanchez estão em grande fase.

“A equipe jogou muito unida o tempo todo. Olhávamos um para o outro e estávamos confiantes. Não conseguimos fechar o terceiro set, mas voltamos para o jogo dispostos a nos ajudar, então equilibramos novamente a partida. Isso mostra que, quando estamos unidos, é difícil brigar com a gente. É assim que temos que jogar de novo”, disse o ponteiro Lipe.

“Vamos aproveitar para enfatizar em treinos situacionais, sob análise do primeiro confronto. O foco é entrar para o jogo sabendo que vamos encontrar mais dificuldade do que no primeiro. Por isso, precisamos não só repetir o desempenho do jogo passado, mas ser melhor em todos os aspectos para conseguirmos mais uma vitória”, declarou o técnico Cezar Douglas.

“Foram dias muito importantes. Tivemos quase uma semana para nos preparar bem fisicamente e taticamente. Conseguiremos estudar e melhorar o que for preciso em relação à partida anterior”, disse o ponteiro Lucarelli.

Equipes:

Brasil Kirin:
González, Wallace, Lucas Lóh, Piá, Luizinho, Maurício Souza e Thiago Brendle (líbero)
técnico: Alexandre Stanzioni

Funvic/Taubaté:
Raphael, Sanchez, Lucarelli, Lipe, Otávio, Deivid e Felipe (líbero)
técnico: Cézar Douglas

foto: Gabriel Inamine/Brasil Kirin & Rafinha Oliveira/Funvic Taubaté

Nenhum comentário:

Postar um comentário