domingo, 6 de março de 2016

(Superliga) Sada/Cruzeiro ganha do Sesi-SP e confirma 1º lugar geral

No encerramento da 10ª rodada do returno da Superliga 2015/2016, o Sada/Cruzeiro venceu o Sesi-SP por 3 sets a 1, parciais de 25/21, 25/21, 21/25 e 25/19, no ginásio do Riacho, em Contagem. Com o resultado, a equipe mineira, que chegou aos 54 pontos, confirmou a 1ª colocação geral, enquanto o time paulistano parou nos 37 pontos e vai para os playoffs com a 4ª melhor campanha.

O Sesi-SP abriu o placar no erro do adversário. Wallace respondeu para o Sada/Cruzeiro. O set seguiu equilibrado. Com Théo, o time paulista fez 4 a 3. No ace de Wallace, o time da casa chegou a 5 a 4. O Sada abriu três em 8/5. Quando a equipe mineira abriu 14 a 10, Pacheco pediu tempo. No bloqueio de Thiaguinho, o Sesi-SP reduziu a diferença (16 a 13). Com Leal pontuando bem, o time cruzeirense chegou a 19 a 15. Na reta final, contando com erros do adversário, o Sada/Cruzeiro marcou 22 a 18. Ainda mais perto do fim, o Sesi-SP reagiu e aproximou no placar: 23 a 21. Mas, os donos da casa não permitiram maior reação e fecharam em 25 a 21.

O Sada/Cruzeiro começou melhor e colocou um de vantagem em 3 a 2. Com Leal, a equipe mineira fez 7 a 4. Neste momento, Pacheco pediu tempo. O Sesi-SP se aproximou no placar em 8 a 6. Com Douglas no ataque, o time paulista ainda encostou em 10 a 9. Theo deixou tudo igual em 11 a 11. Na bolsa de segunda de William, o Sada fez 16 a 13. No toque na rede do time adversário, os cruzeirenses marcaram 19 a 15. O Sesi-SP buscou o placar e, quando encostou em 19 a 18, Marcelo Mendez pediu tempo. O set seguiu equilibrado em 21/20. No ponto de saque de Éder, o Sada/Cruzeiro venceu por 25 a 21.

O terceiro set começou com ponto de saque de Aracaju. A equipe paulista seguiu pontuando bem e abriu 3 a 1. O Sada/Cruzeiro tirou a desvantagem e, com Wallace, deixou tudo igual em 5 a 5. Com Théo tendo bom aproveitamento no ataque, o Sesi-SP abriu três de vantagem: 9 a 6. A equipe visitante ainda abriu 13 a 9 e Marcelo Mendez pediu tempo. No bloqueio de Gustavão, o Sesi-SP fez 15 a 11. O placar ainda foi a 17 a 13. A diferença de quatro pontos caiu para dois (17 a 15) e Pacheco parou o jogo. O set seguiu bem disputado, ainda com dois de vantagem para o Sesi-SP: 21 a 19. O time paulista seguiu melhor e fechou em 25 a 21.

Embalado, o Sesi-SP abriu 3 a 1 logo no início do quarto set. O Sada/Cruzeiro demonstrou bom poder de ração e, no ponto de saque de Isac, chegou ao empate em 5 a 5. E foi também no ace, só que com Wallace, que o time da casa passou a frente: 6 a 5. Ainda com Wallace bem no saque, o Sada fez 8 a 5. No toque na rede do adversário, o time cruzeirense fez 11 a 8 e forçou Marcos Pacheco a pedir tempo. Na volta, com dois grandes saques de Éder, 13 a 8. Com dois bloqueios seguidos, o Sada/Cruzeiro abriu boa vantagem em 16 a 9. Com Filipe, o time mineiro chegou a 20/11. O Sada seguiu com ritmo forte e fechou em 25 a 19.

“Fizemos um jogo hoje muito bom e vencemos um forte time. Todo o grupo está de parabéns. Cumprimos o primeiro objetivo que era ficar na liderança. O time está bem, nosso jogo está bastante fluido e temos que manter essa raça até o final (...) O time cumpriu a primeira fase do torneio, cumprimos o objetivo de ficar na liderança e o grupo está de parabéns. Agora, estamos concentrando para a fase de quartas de final, que é outra competição, e temos que entrar cada vez mais concentrados e forte em todas as partidas”, afirmou o ponteiro Leal.

“Este ano a gente alcançou todos os objetivos que a gente traçou. O time está de parabéns por cumprir a meta, independentemente de qualquer coisa o time se manteve comprometido o tempo todo. Hoje novamente jogamos bem e a equipe está em uma pegada boa. A conquista de títulos também dá uma confiança grande, então o time não se abala, mesmo perdendo um set, entrou agressivo no outro. É um grupo experiente, sabe jogar”, analisou o levantador William.

“Esperávamos ficar entre os três, mas não é uma classificação ruim. Agora, temos que focar no jogo contra o Brasil Kirin, na última rodada, jogar mais solto do que hoje, e depois concentrar na próxima fase”, comentou o ponteiro Douglas Sousa.

Na 11ª rodada do returno e última da fase classificatória, o Sada/Cruzeiro encara o Juiz de Fora, na próxima quarta-feira, às 20h, no ginásio da UFJF. No mesmo dia e horário, o Sesi-SP enfrenta o Brasil Kirin, no ginásio do Taquaral.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Éder, Isac, Leal, Filipe e Serginho (líbero)
entraram: Fernando Cachopa, Alan, Rodriguinho
técnico: Marcelo Mendez

Sesi-SP: Thiaguinho, Théo, Gustavão, Aracaju, Douglas, Murilo e Serginho (líbero)
entraram: Johan, Vinhedo e Rafael Araújo
técnico: Marcos Pacheco

foto: Alexandre Arruda/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário