domingo, 27 de março de 2016

(Superliga) Sada/Cruzeiro derrota Sesi-SP e faz 1 a 0 na serie semifinal

Contanto com o apoio do torcedor, que lotou o ginásio do Riacho, em Contagem, o Sada/Cruzeiro venceu o Sesi-SP por 3 sets a 1, parciais de 25/19, 22/25, 25/19 e 25/21, pelo primeiro jogo da serie melhor de três pela semifinal da Superliga 2015/2016. Com o resultado, o time celeste joga pó ruma vitória simples na próxima sexta-feira, às 18h30min, no ginásio Lauro Gomes, em São Caetano, para chegar a decisão, enquanto a equipe paulistana precisa vencer para forçar mais um duelo em Minas Gerais.

O Sesi-SP começou melhor e fez 8 a 6. Com Filipe bem no ataque, o Sada/Cruzeiro virou o marcador (10 a 9). Os mineiros foram para o segundo tempo técnico com dois de vantagem (16 a 14). Com um ace do ponteiro Leal, o Sada/Cruzeiro abriu quatro pontos (19 a 15). Os donos da casa dominaram a parte final da parcial e venceram o primeiro set por 25 a 19.

A segunda parcial começou disputada ponto a ponto. Se aproveitando dos erros dos mineiros, o Sesi-SP abriu três pontos (12 a 9), e o treinador Marcelo Mendez pediu tempo. Numa boa sequência de saques do central Éder, o Sada/Cruzeiro empatou (16 a 16). O ponteiro Murilo conseguiu um ponto de bloqueio e os paulistas voltaram a abrir dois pontos (19 a 17). O Sesi-SP segurou a vantagem e venceu o segundo set por 25 a 22.

O Sada/ Cruzeiro voltou melhor para o terceiro set e fez 4 a 0. Depois de um longo rally, os donos da casa abriram oito pontos (11 a 3). O time celeste foi para o segundo tempo técnico com sete de vantagem (16 a 9). Os cruzeirenses se mantiveram na liderança durante toda a terceira parcial e venceram o terceiro set por 25 a 19.

A equipe mineira manteve o bom momento no quarto set e fez 6 a 4. Com dois pontos seguidos do oposto Wallace, o Sada/Cruzeiro segurou a vantagem (10 a 8). Bem no bloqueio, o Sesi-SP encostou (13 a 12) e o treinador Marcelo Mendez pediu tempo. A paralisação fez bem aos donos da casa que abriram quatro (16 a 12). O Sada/Cruzeiro segurou a vantagem até o final e levou a melhor no quarto set por 25 a 21.

“É muito bom começarmos a série com vitória. Tínhamos a obrigação de jogar bem dentro do nosso ginásio e conseguimos esse resultado importante. O Sesi-SP também fez uma boa partida e o jogo foi parelho. O grupo está de parabéns pelo comprometimento (...) Eu acho que fiz um bom jogo, mas toda a equipe se portou muito bem. É um trabalho de um ano inteiro, de regularidade, de tentar passar tranquilidade para todo o time. E acho que isso foi reconhecido aqui hoje, mas eu dedico esse prêmio para o grupo todo, pois está todo mundo de parabéns pelo que mostrou em quadra. A gente procedeu bem taticamente, tudo o que o Marcelo estudou a gente colocou em prática. E agora temos que ir com ainda mais determinação, pois sabemos que eles têm um time que cresce muito, joga bem no sistema defensivo, então temos que estar preparados para conseguir o resultado lá também”, disse o ponteiro Filipe.

“Sabíamos da dificuldade dessa partida e perdemos algumas oportunidades, o que não pode acontecer contra uma equipe como o Sada Cruzeiro. Agora, vamos colocar a cabeça no lugar e ir com tudo para o duelo de sexta-feira em São Paulo (...) A gente sabe a dificuldade que é jogar diante da torcida deles, então temos que entrar concentrados o tempo todo. Contra o time deles não dá para perder oportunidades e hoje perdemos muitas, então a gente vai para São Paulo estudar e vamos com a cabeça melhor para tentar a vitória lá e voltar com tudo para cá”, afirmou o levantador Thiaguinho.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Filipe, Leal, Isac, Éder e Serginho (líbero)
entraram: Fernando, Alan e Rodriguinho
técnico: Marcelo Mendez

Sesi-SP:
Thiaguinho, Theo, Murilo, Douglas, Aracaju, Gustavão e Serginho (líbero)
entraram: Vinhedo, Rafael, Joahn e Sidão
técnico: Marcos Pacheco

foto: Renato Araujo/Sada/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário