sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

(Superliga) Minas Tênis Clube leva susto, mas supera Juiz de Fora

Pela 5ª rodada do returno da Superliga 2015/2016, o Minas Tênis Clube saiu perdendo para o Juiz de Fora, mas venceu por 3 sets a 1, parciais de 19/25, 25/22, 25/14 e 25/21, na Arena, em Belo Horizonte. Com o resultado, os comandados de Nery Tambeiro chegaram aos 25 pontos e permanecem na 5ª colocação, enquanto o time da Zona da Mata segue na lanterna da competição, com apenas sete pontos.

Mesmo em posições bem diferentes na tabela, o primeiro set iniciou bastante equilibrado, com o Minas Tênis clube chegando a primeira parada técnica com um ponto a frente: 8 a 7. Com muita disposição e arriscando bastante no saque, o Juiz de Fora conseguiu a virada e na segunda parada técnica dominava o placar: 14 a 16. Contando com excelente atuação do ponteiro Djalma, os visitantes foram abrindo vantagem e surpreenderam ao fazer 19 a 25.

Com 1 sets a 0 contra, o Minas Tênis Clube foi para cima na segunda parcial e fez 8 a 6 na primeira parada técnica. Mesmo com Escobar marcado, os donos da casa conseguiram abrir boa diferença no placar e fazer 16 a 11 na segunda parada obrigatória. Essa vantagem foi se mantendo durante todo o período e mesmo com Juiz de Fora tentando reagir, os comandados de Nery Tambeiro tiveram tranqüilidade para fechar em 25 a 22.

No terceiro set, os donos da casa dominaram as ações do início ao fim. Na primeira parada técnica a vantagem era de 8 a 5, enquanto no segundo tempo obrigatório o placar marcava 16 a 10. Impondo o seu jogo, o Minas Tênis Clube tinha no líbero Lucianinho um gigante na defesa, o que facilitou os contra-ataques: 21 a 12. No final, a equipe da capital minera apenas administrou o marcador e com facilidade fez 25 a 14.

Quando se esperava que o Minas Tênis Clube iria entrar forte no quarto set, o que se viu foi o Juiz de Fora muito ligado em quadra e fazendo incríveis 3 a 8 na primeira parada técnica. Entretanto, essa situação durou pouco e com bom trabalho de Everaldo, principalmente com o ponteiro Raidel, os donos da casa viraram o placar logo na segunda parada técnica 16 a 15. Sem conseguir reagir, os visitantes acabaram errando muito, o que facilitou as coisas para os donos da casa fecharem em 25 a 21.

“A nossa mudança de atitude que foi fundamental para a vitória. A gente sabia que o jogo seria perigoso, e o Juiz de Fora começou muito bem. No primeiro set eles sacaram bem e venceram. Nos próximos sets isso mudou, o nosso time passou a sacar melhor, e isso facilitou para a defesa, para o bloqueio e para os contra-ataques. A nossa equipe não queria perder pontos hoje, já que buscamos nos aproximar dos quatro primeiros colocados. Agora é aproveitar a folga para descansar e voltar bem para os próximos jogos. Queremos ir longe, e, para isso, temos que estar bem treinados e focados”, declarou o líbero Lucianinho, eleito o melhor em quadra.

As duas equipes agora terão uma pausa para o Carnaval. No dia 13, às 19h, o Minas Tênis Clube volta a quadra para o clássico diante do Sada/Cruzeiro, novamente na Arena, em Belo Horizonte. No mesmo dia, às 18h, o Juiz de Fora recebe o Montes Claros, no ginásio da UFJF.

Começaram jogando pelo lado juiz-forano o levantador Mauricio, o oposto Leandrão, os ponteiros Djalma e Renato, os centrais Diego e Igor e o líbero Fabio Paes. Também estiveram em quadra Felipe Hernandez e Tarik (levantadores), Thiago Maciel (oposto), Zóio e Tatinho (ponteiros) e Ninão (central).

Equipes:

Minas Tênis Clube
: Everaldo, Escobar, Bruno Canuto, Raidel, Flávio, Pétrus e Lucianinho (líbero)
entraram: Cléber, Madaloz, Carísio e Leozão
técnico: Nery Tambeiro

Juiz de Fora:
Maurício, Leandrão Renato, Djalma, Igor, Diego Almeida e Fábio Paes (líbero)
entraram: Thiago Maciel, Tarik, Felipe Hernandez, Zoio e Ninão
técnico: Alessandro Fadul

foto: Orlando Bento/Minas Tênis Clube

Nenhum comentário:

Postar um comentário