sábado, 13 de fevereiro de 2016

(Superliga) Minas Tênis Clube e Sada/Cruzeiro fazem clássico em BH

Fechando a 6ª rodada do returno da Superliga 2015/2016, o Minas Tênis Clube recebe o Sada/Cruzeiro, neste sábado, às 19h, na Arena JK. Ocupando a 5ª colocação, com 25 pontos, o time de Belo Horizonte tenta ingressar no G-4, enquanto a equipe celeste de Marcelo Mendez busca a vitória para se firmar na liderança, onde está hoje com 39 pontos de forma isolada.

O Minas Tênis Clube busca a terceira vitória seguida no returno da Superliga e para isso aposta na força do oposto Escobar e no bom momento vivido pelo central Flávio. O técnico Nery Tambeiro terá a possibilidade de colocar o ponteiro Thiago Vanole, recuperado de uma lesão no tornozelo, no banco de reservas, mas seu ingresso em quadra é quase nulo. Por outro lado, os titulares estão 100% e preparados a vencer o clássico.

“Vamos estudar e treinar as marcações das jogadas deles, para tentar neutralizar ao máximo. Temos que estar em um dia bom, sacar e bloquear bem. O passe também tem que funcionar, porque vai vim saque pesado do outro lado. Para isso, temos que entrar em quadra muito focados e concentrados para tentarmos fazer um bom jogo”, declarou o central Flávio.

Antes da pausa para o Carnaval, o Sada/Cruzeiro acabou derrotado pelo Montes Claros, no ginásio do Riacho, em Contagem. Mesmo com a proximidade do Sul-Americano de Clubes (entre os dias 17 e 21 na cidade de Taubaté), todos na equipe celeste estão focados em fazer um bom jogo e seguir na ponta da Superliga de forma isolada. Em tempo de rodízio de Marcelo Mendez, a tendência é ingressar com força máxima em quadra.

“Acho que o time deve voltar a jogar bem contra o Minas, é um jogo importante para a gente manter a ponta. Independente de ser um clássico, a intenção é ganhar para ter essa vantagem. Ocilamos um pouco no último jogo, mas acho que é normal. A gente mantém esse padrão alto há muito tempo e isso é difícil demais. É cansativo se manter no topo muito tempo, a pressão é enorme, a torcida se acostuma a ganhar o tempo inteiro. Mas a gente encara isso numa boa, não é à toa que estamos há seis anos numa hegemonia enorme”, avaliou o levantador William, lembrando o revés sofrido na última rodada diante do Montes Claros.

Equipes:

Minas Tênis Clube: Everaldo, Escobar, Bruno Canuto, Raidel, Flávio, Pétrus e Lucianinho (líbero)
técnico: Nery Tambeiro

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Filipe, Leal, Éder, Isac e Serginho (líbero)
técnico: Marcelo Mendez

foto: Orlando Bento/Minas Tênis Clube

Nenhum comentário:

Postar um comentário