domingo, 14 de fevereiro de 2016

(Superliga) Brasil Kirin supera São José dos Campos e se firma no G-4

Jogando no ginásio do Taquaral, o Brasil Kirin passou pelo São José dos Campos por 3 sets a 1, parciais de 25/17; 23/25; 25/18 e 25/23, pela 6ª rodada do returno da Superliga 2015/2016. Com o resultado, o time de Campinas chegou aos 30 pontos e se consolida na 4ª posição, enquanto a equipe do Vale do Paraíba parou nos 20 pontos e caiu para o 9º lugar na tabela.

O Brasil Kirin levou o primeiro set graças ao forte bloqueio. Três dos primeiros quatro pontos dos donos da casa foram marcados através do fundamento e, desta forma, foram para a primeira parada técnica em vantagem (8 a 6). Após a paralisação, os visitantes chegaram a empatar (11 a 11), mas o bloqueio campineiro voltou a funcionar bem novamente. Foram cinco pontos seguidos segurando o ataque de São José e o Vôlei Brasil Kirin retomou a frente do placar (16 a 11). O oposto Wallace, com seis pontos, também se destacou e comandou o ataque campineiro, que fechou o primeiro set com tranquilidade: 25 a 17. 

No segundo set, o São José dos Campos começou melhor e logo fez 8 a 3 na primeira parada técnica. Aos poucos, a vantagem foi diminuindo, com boas passagens de Luizinho e Michael pelo saque, e o Brasil Kirin chegou ao empate (12 a 12). Com a igualdade, as equipes foram trocando pontos. Os visitantes, contudo, aproveitaram uma sequência de erros do adversário e com destaque para o oposto Alemão venceram a parcial por 25 a 23. 

Depois da derrota no set anterior, o Brasil Kirin conseguiu se recuperar. Os campineiros voltaram a impor um ritmo forte e abriram 8 a 4. A partir da primeira parada, o bloqueio voltou a aparecer. Maurício Souza comandou o fundamento com dois blocks simples pelo meio, levando a vantagem para 15 a 10. Piá ainda anotou ace, levando o placar para 23 a 17. Após erro de saque joseense, os comandados do técnico Alexandre Stanzioni fecharam o set: 25 a 19.

O quarto set foi bastante equilibrado. O Brasil Kirin deu mostras que não teria problemas para fechar o jogo ao abrir 12 a 10 depois de ace de Maurício Souza. O São José dos Campos, no entanto, cresceu em quadra, com destaque para a defesa e conseguiu ir para a segunda parada técnica na frente (16 a 14). Os dois pontos de vantagem persistiam e o time campineiro teve que usar o banco de reservas para tomar a liderança novamente. Na inversão, Jotinha e Michael entraram, mudaram o panorama (22 a 20). Após grande rally, Lucas Lóh fechou o jogo e confirmou a vitória do Brasil Kirin: 25 a 23. 

“Conseguimos fazer o equilíbrio entre defesa e ataque, com variações nas horas certas, e construímos a vitória de forma tranquila. Tivemos algumas quedas de produção normais em jogo deste nível, mas fomos consistentes na maior parte do tempo e conquistamos mais um resultado importante”, comentou o técnico Alexandre Stanzioni. 

O Brasil Kirin volta às quadras contra Copel/Telecom Maringá, na próxima sexta-feira, às 19h30min, no ginásio Chico Netto, em partida atrasada da 1ª rodada do returno. Já o São José dos Campos joga apenas no dia 25, às 19h30min, diante do Sada/Cruzeiro, no ginásio Tênis Clube/SJC.

Equipes:

Brasil Kirin: Gonzalez, Wallace, Lucas Lóh, Piá Luizinho, Maurício e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Olteanu, Jotinha e Michael
técnico: Alexandre Stanzioni

São José Vôlei: Rodriguinho, Alemão, Everton, Brunão, Cristian Poglajen, Diogo e Mário Jr. (líbero)
entraram: Lucas Salim, Matheus, Alberto, Hugo e Junior
técnico: Renato Soares

foto: Gabriel Inamine/Brasil Kirin

Nenhum comentário:

Postar um comentário