domingo, 28 de fevereiro de 2016

(Superliga B) Sesi-SP/Juvenil ganha da Upis/Brasília e avança as semifinais

Mesmo jogando no ginásio da AABB, no Distrito Federal, o Sesi-SP não se intimidou e venceu a Upis/Brasília, de virada, por 25/19, 21/25, 18/25 e 13/25, pela 2ª rodada das quartas de final da Superliga B. Com a vitória, o time paulistano fez 2 a 0 na serie melhor de três e garantiu sua vaga para a semifinal.

Precisando vencer o jogo para forçar uma terceira partida, a Upis/Brasília iniciou forte o primeiro set e conseguiu abrir boa vantagem até a metade da parcial: 16 a 12. Entretanto, o Sesi-SP/Juvenil reagiu e encostou o placar, chegando a ficar dois pontos atrás: 19 a 17. No final, os comandados de Flávio Thiessen tiveram tranquilidade no side-out e abriram uma diferença para fechar em 25 a 19.

No segundo set, a Upis/Brasília mantinha o mesmo ritmo, porém os visitantes conseguiam equilibrar as ações. Cada ponto era bastante disputado e com a torcida apoiando, os donos da casa iam se soltando mais no ataque. A pequena vantagem adquirida na segunda parada técnica: 16 a 15 acabou sendo perdida com muitos erros de ataque o Sesi-SP/Juvenil aproveitou para se distanciar no placar e fechar em 21 a 25.

Com 1 a 1 em sets, o jogo acabou ficando dramático. Pressionados em quadra, a Upis/Brasília errava demais, enquanto o Sesi-SP, que tinha a vantagem de ter ganho o primeiro duelo na Vila Leopoldina, estava mais solto em quadra. Com bom desempenho no saque e no bloqueio, os visitantes não tiveram problemas para fecharem em 18 a 25. Já no quarto período, o que se viu foi a equipe do Distrito Federal sem poder de reação, enquanto os paulistanos seguiam bem em quadra. No final,um placar fora do normal de 13 a 25 para os visitantes.

“O jogo começou apertado, com as equipes bem parelhas no jogo. Apesar de termos errado em momentos decisivos. Nosso saque melhorou a partir do segundo set e paramos de falhar em situações cruciais, sacando e bloqueando melhor”, comentou o técnico Gerson Amorim, em entrevista ao jornal Correio Braziliense.

foto: Upis/Brasília/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário