terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

‘Mãos de Urso’: Documentário sobre massagista Luisão será exibido pela ESPN

Na próxima quarta-feira, 3 de fevereiro, às 22h, a ESPN exibe o documentário Mãos de Urso, dos cineastas Cao Hamburger e Tom Hamburger, que foram convidados pelo Instituto de Políticas Relacionais para dirigir o filme sobre o personagem que o diretor Eduardo Coutinho havia escolhido para fazer: o massagista Luiz Carlos Sousa, o Luisão. O filme faz parte do projeto Memórias do Esporte Olímpico Brasileiro, que está em sua 5ª temporada nos canais ESPN.

Mãos de Urso narra a história de Luiz Carlos Souza, o Luisão. Massagista há 31 anos, Luisão participou de diversos campeonatos mundiais de diferentes modalidades, cinco jogos Pan Americanos e cinco Olimpíadas - Atlanta (86), Sydney (2000), Atenas (2004), Pequim (2008), Londres (2012), e nos preparativos para a sexta, no Rio-2016. No vôlei, foi, durante 30 anos, o massagista do E.C. Banespa, base das melhores seleções brasileiras. Amante de Blues e Jazz, contador de histórias, “às vezes psicólogo, às vezes pai”, “Big Louis”, como os jogadores do vôlei o chamam, se tornou um mito no universo esportivo brasileiro. Mãos de Urso desvenda um personagem fascinante, com uma trajetória profundamente brasileira marcada por dificuldades, superação, vitórias e derrotas, ao mesmo tempo que revela os bastidores do esporte olímpico.

Realizado pelo Instituto de Políticas Relacionais, a série Memórias do Esporte Olímpico Brasileiro tem patrocínio da Petrobras, EBRASIL Energia (Centrais Elétricas de Pernambuco – Epesa) e ESPN Brasil, com apoio da Secretaria do Audiovisual do MINC , Cinemateca Brasileira e da Associação Brasileira de Produtores Independentes de Televisão (ABPITV). O projeto, que realiza sua 5ª edição em 2016, possui cerca de 40 títulos em seu acervo. Os filmes estão em exibição em canais de TV aberta e por assinatura, além de ter DVDs distribuídos em escolas e bibliotecas públicas. O objetivo da série é realizar resgate e o registro de algumas das páginas mais importantes da história do esporte nacional, além de contribuir para o fomento da produção audiovisual independente no país.

foto: Trombone Comunica/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário