quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

(Superliga B) Na Gávea, Flamengo e Sada/Unifemm abrem a 4ª rodada

A abertura da 4ª rodada da Superliga B ocorre nesta quarta-feira, às 17h, quando o Flamengo recebe o Sada/Unifemm, no ginásio Togo Renan Soares, na Gávea. Tanto o time rubro-negro quanto a equipe mineira soma três pontos no Grupo B, porém os atuais campeões aparecem na 2ª posição e os cariocas no 4º lugar devido ao set average, o que deixa o jogo ainda mais interessante.

Depois de vencer o Botafogo na estreia, o Flamengo perdeu para o Upis/Brasília (único invicto na chave) e busca a recuperação para seguir na briga pelos playoffs. O técnico rubro-negro, Arly Cunha, quer os jogadores focados o tempo todo para dominar o placar desde o início do confronto.

“A Superliga B é uma competição muito equilibrada e a experiência vale muito em determinados momentos. Novamente teremos um jogo difícil e temos que estar atentos sempre para não deixarmos ninguém abrir em pontuação. Espero que seja um grande espetáculo e um bonito jogo”, comentou o técnico Arly Cunha.

Após perder na estréia para o Gabarito/Uberlândia, o Sada/Unifemm conseguiu uma importante vitória sobre o Botafogo, em Sete Lagoas. Para comissão técnica e jogadores celestes, a vitória no tie-break na última rodada deixou a equipe ainda mais motivada, mas que as dificuldades serão grandes contra o Flamengo.

“Acho que o nosso grupo deve chegar ainda mais motivado depois do último jogo. Foi uma partida bastante difícil e jogos como aquele sempre dão um gás para a galera. Principalmente sendo uma vitória sobre um time que estava jogando tão bem, como foi o caso do Botafogo. Mas contra o Flamengo o que a gente precisa fazer é sacar bem. É o que a gente tem feito até agora e tem nos ajudado muito. Então vamos buscar sacar bem, confiar no nosso passe e, principalmente, no nosso ataque, que é uma das nossas armas neste campeonato”, analisou o central Bruno.

“Acredito que será um jogo duríssimo. O Flamengo possui bons jogadores que estão vindo da base, um treinador que os conhece muito bem e atletas experientes como o Jardel. O caminho para vencer será jogar de forma agressiva com o saque o tempo todo. Estamos trabalhando para evoluir em todos os fundamentos e, sem dúvida nenhuma, este será um confronto para se colocar o melhor de cada um em quadra”, avaliou o treinador Henrique Furtado.

foto: Alexandre Arruda/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário