terça-feira, 12 de janeiro de 2016

(Copa Brasil) Sada/Cruzeiro e Lebes/Gedore/Canoas se enfrentam na 2ª fase

A 2ª fase da Copa Banco do Brasil ocorre nesta quarta-feira, às 20h, quando seis equipes entraram em quadra de olho em uma vaga nas semifinais. No ginásio do Riacho, em Contagem, o Sada/Cruzeiro, que ingressa na competição nesta etapa, recebe o Lebes/Gedore/Canoas, que eliminou o Bento Vôlei/Isabela na fase anterior.

Atual líder da Superliga 2015/2016, o Sada/Cruzeiro vira a chave e foca suas atenções na Copa Banco do Brasil. O técnico Marcelo Mendez ainda não revelou se vai para o duelo com força máxima, porém todos na equipe celeste sabem que por se tratar de um jogo eliminatório a atenção precisa ser redobrada e qualquer erro pode significar a saída do torneio.

“A gente entra em quadra sabendo que é um jogo mata-mata, que precisa focar um pouco mais em como a gente se comporta, desde o início do jogo, para não deixar o adversário crescer. Então vai ser muito importante imprimir nosso ritmo desde o início para conseguir a vitória. Esse descanso foi muito bom pra gente, o time precisava depois do ritmo forte do ano passado com tantas competições. Então acho que o grupo chega bem para esta partida. Estamos retomando o trabalho aos poucos, crescendo novamente, com o corpo descansado e em busca de continuar conquistando títulos”, afirmou o central Éder.

Pelo lado do Lebes/Gedore/Canoas, todos sabem do favoritismo do time mineiro, porém o técnico Marcelo Fronckowiak vem fazendo o seu time mostrar um voleibol mais aguerrido e vibrando, como ocorreu na vitória sobre o Bento Vôlei/Isabela (virada espetacular no tie-break) e na derrota apertada para o Sesi-SP (também no tie-break em plena Vila Leopoldina).

“Enfrentar o Sada/Cruzeiro é uma motivação maior ainda. É um grande time e eu, particularmente, sempre gosto de jogar contra os melhores. E com um time como esse sempre é um jogo muito difícil, sendo mata-mata ou não. Temos que aproveitar as oportunidades que eles vão nos dar, já que sabemos que são poucas. É um jogo difícil, mas nós já mostramos que temos totais condições de enfrentar de igual para igual”, garantiu o central Victor Hugo.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Leal, Filipe, Éder, Isac e Serginho (líbero)
técnico: Marcelo Mendez

Lebes/Gedore/Canoas: Sandro, Dennis, Tarcísio, Victor Hugo, Bozko, Leo Caldeira e Jeffe (líbero)
técnico: Marcelo Fronckowiak

foto: Alexandre Arruda/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário