sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

(Superliga) Sesi-SP leva sufoco, mas derrota Juiz de Fora na Vila Leopoldina

O Sesi-SP passou trabalhou, mas venceu o Juiz de Fora por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 25/23 e 31/29, no ginásio da Vila Leopoldina, pela 8ª rodada da Superliga 2015/2016. Com o resultado, a equipe paulistana chegou aos 16 pontos e assumiu a 4ª colocação, enquanto o time mineiro, que ainda não venceu na competição, segue na lanterna com apenas dois pontos.

A partida começou com muitos erros de saque para os dois lados e com isso, as equipes seguiram empatadas até o primeiro tempo técnico, quando o levantador Thiaguinho acertou um ace e levou o Sesi-SP aos 8 a 7. Na sequência, o time da Vila Leopoldina dominou o jogo e abriu seis pontos de vantagem para o Juiz de Fora na segunda parcial técnica, com 16 a 10. Com um bom ritmo de jogo, Pacheco fez a inversão do 5-1 e colocou Vinhedo e Rafael Araújo no lugar de Theo e Thiaguinho e o time seguiu forte, fechando o set em 25 a 16.

Mais fortes do que no começo do jogo, a equipe mineira garantiu o primeiro tempo técnico do segundo set: 7 a 8 e com facilidade, aproveitando os erros cometidos pelo Sesi-SP, chegaram na segunda parcial técnica com cinco pontos de vantagem: 11 a 16. Diminuindo a diferença para dois pontos 14 a 16 após uma sequência de três saques bem colocados do central Gustavão, os donos da casa voltaram para o jogo. Na reta final, o ponteiro Douglas Souza cravou dois pontos, empatando em 23 a 23. Embalados pelo apoio da torcida, os comandados de Marcos Pacheco viraram o placar em 25 a 23.

Mantendo o equilíbrio, o terceiro set mais uma vez seguiu empatado, com aberturas de apenas um ponto de vantagem, ficando o Sesi-SP com a primeira parada técnica (8 a 7) e o Juiz de Fora com a segunda (15 a 16). Bloqueando e anulando os ataques do time da Vila Leopoldina, os mineiros chegaram abrir 19 a 21, com destaque para o ponteiro Djalma. Entretanto, os donos da casa conseguiram crescer nos momentos decisivos e após muita disputar levaram a melhor vencendo por 31 1 29.

“Eu acho que a gente não fez uma boa partida, mas dentro de casa o importante é conquistar os três pontos e a vitória. Mas não fomos bem, precisamos entrar sempre como se fosse um jogo de final, porque é muito perigoso, corremos o risco de perder o segundo set, o terceiro, então temos que nos policiar com isso. Agora temos amanhã para fazer um treino bom e nos preparar para um jogo pegado e de alto nível no sábado, contra o Sada/Cruzeiro”, comentou o líbero Serginho.

No próximo sábado, às 14h45min, o Juiz de Fora enfrenta o Brasil Kirin, no ginásio do Taquaral. No mesmo dia, às 18h, o Sesi-SP recebe o Sada/Cruzeiro, no ginásio da Vila Leopoldina.

Equipes:

Sesi-SP: Thiaguinho, Theo, Gustavão, Leandro Aracaju, Thiago Alves, Douglas Souza e Serginho (líbero)
entraram: Vinhedo, Rafa Araujo, Johan e Alisson
técnico: Marcos Pacheco

Juiz de Fora Vôlei: Maurício, Ricardo Faccin, Diego Almeida, Igor, Renato Hermely, Djalma e Fabio Paes (libero)
entraram: Felipe Hernandez, Ninão e Leandrão
técnico: Alessandro Fadul

foto: Biratan Aricó Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário