sábado, 12 de dezembro de 2015

(Superliga) Querendo três pontos, Brasil Kirin recebe Juiz de Fora

Na abertura da 9ª rodada da Superliga 2015/2016, o Brasil Kirin recebe o Juiz de Fora, neste sábado, às 14h45min, no ginásio d Taquaral. Com 15 pontos e ocupando a 5ª colocação, o time de Campinas quer a vitória para seguir na cola dos líderes, enquanto a equipe mineira, atualmente na lanterna, com apenas dois pontos, busca o primeiro resultado positivo na competição. A partida terá transmissão da Rede TV.

Após a derrota no tie-break para o Sada/Cruzeiro, em casa, o Brasil Kirin busca de qualquer maneira os três pontos. Com pouco tempo para trabalhar de um jogo para o outro, o técnico Alexandre Stazioni sabe que a concentração será fundamental para ganhar a partida. O desfalque segue sendo o ponteiro Olteanu, porém o experiente Piá vem dando conta do recado.

“Precisamos enxergar cada jogo como uma história, o que aconteceu no último jogo já passou. Temos que tirar o que foi positivo e partir para outra. Precisamos zerar rápido, avaliar quem está bem fisicamente e manter essa agressividade que funcionou. Sabemos que eles bem de uma campanha ruim, mas não podemos vacilar”, opinou o técnico Alexandre Stanzioni.

“A Superliga é assim. É um jogo duro atrás do outro. Sabíamos que teríamos uma pedreira contra o Sada/Cruzeiro e agora terá outra. Juiz de Fora tem um time bom, competente, mas não está conseguindo a vitória. Precisaremos correr atrás, vai ser outro jogo complicado, mas saímos animados em fazer novamente uma boa partida”, comentou o ponteiro Piá.

Pelo lado do Juiz de Fora, o técnico Alessandro Fadul viu um bom rendimento da equipe mesmo na derrota para o Sesi-SP, principalmente no ataque. O ponteiro Djalma já mostra que está bem fisicamente e adaptado, enquanto o oposto Ricardo Faccin agarrou a vaga de titular e não deve largar tão cedo.

“Será uma partida extremamente difícil. O Brasil Kirin vem de um grande jogo contra o Sada Cruzeiro, na sua casa, e teremos bastante dificuldade. É uma equipe qualificada, que se reforçou e esperamos um jogo bem difícil. Pretendemos fazer uma partida equilibrada, para criarmos oportunidade de vencer a partida (...) Eles vêm de um grande jogo contra o Sada Cruzeiro, também em casa. É uma equipe extremamente qualificada e que se reforçou muito para a temporada”, declarou o técnico Alessandro Fadul.

Equipes:

Brasil Kirin:
Gonzalez, Wallace, Maurício, Luizinho, Piá, Lucas Lóh e Tiago Brendle (líbero)
técnico: Alexandre Stanzioni

Juiz de Fora Vôlei: Maurício, Ricardo Faccin, Diego Almeida, Igor, Renato Hermely, Djalma e Fabio Paes (libero)
técnico: Alessandro Fadul

foto: Gabriel Inamine/Brasil Kirin

Nenhum comentário:

Postar um comentário