sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

(Superliga) Montes Claros vence Voleisul/Paquetá Esportes e assume 3º lugar

Jogando no ginásio Tancredo Neves, o Montes Claros fez valer o fator local e venceu o Voleisul/Paquetá Esportes por 3 sets a 1, parciais de 25/23, 25/18, 28/30 e 25/18, pela 8ª rodada da Superliga 2015/2016. Com o resultado, o Pequi Atômico assumiu a 3ª posição, com 16 pontos, enquanto o time gaúcho segue no 6º lugar, com 11 pontos ganhos.

A partida começou com as duas equipes trocando pontos, e cometendo erros semelhantes, sendo que Montes Claros chegou na frente no primeiro tempo técnico: 8 a 6. O Voleisul/Paquetá Esportes fazia um bom jogo no ataque e virou o placar no segundo tempo obrigatório: 15 a 16, e conseguiu estar na frente até 20 a 22, porém permitiu a reação dos donos da casa, que tinham como destaque o ponteiro Kadu, que ajudou na vitória por 25 a 23.

No segundo set, Montes Claros iniciou mais ligado no jogo e logo abriu 8 a 5 na primeira parada técnica. Com boa distribuição do levantador Rodrigo Ribeiro, o Pequi Atômico foi abrindo vantagem e colocando 16 a 1 0 no placar no segundo tempo obrigatório. Na reta final da parcial, o marcador chegou a anotar 21 a 15, com o Voleisul/Paquetá Esportes errando demais, principalmente no passe. No final, vitória do time mineiro por 25 a 18.

O terceiro set começou muito parecido com o anterior, com Montes Claros abrindo 8 a 6 no primeiro tempo técnico. Entretanto, o Voleisul/Paquetá Esportes mostrou que não estava morto na partida e foi para cima, com destaque para atuação do jovem Jonatas e do central Robinho. A equipe gaúcha fez 13 a 16 no segundo tempo técnico e mesmo com o Pequi Atômico incomodando no placar e chegando a empatar o duelo, os comandados de Paulo Roese venceram por 28 a 30, após 40 minutos.

Quando se imaginava que o Voleisul/Paquetá Esportes entraria mais forte no quarto set, o que se viu foi uma repetição de Montes Claros melhor no inicio e fazendo 8 a 5 na primeira parada técnica. A equipe de Marcelinho Ramos trabalhou bem com os centrais Salsa e Rafael, este último muito bem no saque também, que ajudaram a fazer 16 a 12 e na sequência 21 a 15. No final, vitória dos donos da casa com certa tranquilidade por 25 a 18.

“Hoje no 2 a 0 jogando no volume que estávamos acabamos relaxando. Quem vai vencer um set ou um jogo é quem manter a regularidade pelo maior tempo possível. Tivemos uma queda no terceiro set, mas é natural pois é um grupo jovem e essas oscilações acontecem (...) É importante vencer um adversário direto e fazer a campanha que estamos fazendo, sendo que isso solidifica o trabalho que estamos fazendo”, disse o técnico Marcelinho Ramos, em entrevista a Radio ABC900.

Equipes:

Montes Claros: Rodrigo Ribeiro, André Nascimento, Salsa, Rafael, Bob, Kadu e Kachel (líbero)
entraram: Índio, Maicon e Renan
técnico: Marcelinho Ramos

Voleisul/Paquetá Esportes: Rafinha, Renan, Acácio, Robinho, Mão, Jonatas e Thales (líbero)
entraram: Bernardo Roese, Satiro, Jairo, Nicolas e Composto
técnico: Paulo Roese

foto: Cid Bruno/MCV

Nenhum comentário:

Postar um comentário