domingo, 6 de dezembro de 2015

(Superliga) Montes Claros derrota Copel Telecom/Maringá e vira 4º colocado

Mesmo jogando no ginásio Chico Neto, o Montes Claros derrotou o Copel Telecom/Maringá por 3 sets a 1, parciais de 24/26, 23/25, 25/19 e 15/25, pela 7ª rodada da Superliga 2015/2016. Com o resultado, o time mineiro assumiu a 4ª posição, com 13 pontos, enquanto a equipe paranaense segue no 11º lugar, com apenas dois pontos ganhos.

A partida começou bem equilibrada e, depois de marcar três pontos seguidos, o Copel Telecom/Maringá chegou a frente no tempo técnico com 8 a 7. Montes Claros reagiu e chegou ao segundo tempo obrigatório com uma vantagem de dois pontos: 14 a 16. Na continuação do set, os mineiros administraram a vantagem e com destaque para o ponteiro Bob chegaram a abrir 21 a 24. Os donos da casa esboçaram uma reação e empataram em 24 a 24, porém no final a vitória foi dos visitantes por 24 a 26.

O segundo set começou como o anterior, só que desta vez, a vantagem no primeiro tempo técnico foi de Montes Claros: 7 a 8. Sacando melhor e com mais volume de jogo, o time mineiro continuou na frente, abriu três pontos de vantagem na segunda parada obrigatória: 13 a 16. O Copel Telecom/Maringá, que contava com boa atuação de Fukuzawa, chegou a virar o placar: 21 a 20, mas novamente vacilou nos momentos decisivos e o Pequi Atômico venceu por 23 a 25.

Com 2 sets a 0, o Montes Claros entrou embalado na terceir parcial e fez 6 a 8 no primeiro tempo técnico. Entretanto, o Copel Telecom/Maringá reagiu e com Ricardinho fazendo todo o time jogar, os paranaenses conseguiram virar o placar e abrir 15 a 10. Com boas atuações de Edinho e do central Exoce, os donos da casa chegaram a fazer 21 a 13 e fecharam a parcial em 25 a 19.

No quarto set, o Montes Claros deixou para trás os erros apresentados na parcial anterior e logo abriu 4 a 8 na primeira parada técnica. Com bom desempenho no saque e nos contra-ataques (destaque para André Nascimento), os comandados de Marcelinho Ramos abriram 4 a 13 e na sequência foram para a segunda parada obrigatória com vantagem de 7 a 16. No final, com grande diferença no placar, o time mineiro apensar administrou o resultado e fechou com tranquilidade em 15 a 25.

“Temos feito uma média entre 8 e 12 pontos de bloqueio. Contra o Maringá houve uma manutenção do que tem sido feito. O grupo tá sempre trabalhando com o pé no chão. É o que está sustentando a nossa campanha. Estamos empenhados para o objetivo final”, destacou o treinador Marcelinho Ramos.

“Agora zerou. Vamos estudar o outro time, treinar forte e buscar a recuperação”, disse o ponteiro Deivid, já pensando na próxima rodada da Superliga.

Na próxima quinta-feira, às 19h30min, o Copel Telecom/Maringá encara o São José dos Campos, no ginásio Chico Neto. No mesmo dia, às 20h, o Montes Claros recebe o Voleisul/Paquetá Esportes, no ginásio Tancredo Neves.

Equipes:

Copel Telecom/Maringá: Thiago Gelinski, Edinho, Thiago Sens, Exoce, Fukuzawa, Ualas e Rogerinho (líbero)
entraram: Michel, Thiago Gelinski, Deivid e Alemão
técnico: Horacio Dileo

Montes Claros: Rodrigo Ribeiro, André Nascimento, Salsa, Rafael, Bob, Kadu e Kachel (líbero)
entraram: Índio, Juninho e Renan
técnico: Marcelinho Ramos

foto: André Renato/Divulgação/Maringá Vôlei

Nenhum comentário:

Postar um comentário