segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

(Superliga) Clássico paulista entre Sesi-SP e Brasil Kirin agita a segunda-feira

Nesta segunda-feira, às 19h30min, acontece o clássico paulista entre Sesi-SP e Brasil Kirin, no ginásio da Vila Leopoldina, pela 11ª rodada da Superliga 2015/2016. Enquanto o time paulistano ocupa a 3ª posição, com 20 pontos, a equipe de Campinas está no 4º lugar, com 19 pontos, sendo que as duas disputam uma vaga direta para a segunda fase da Copa Banco do Brasil. A partida terá transmissão do Sportv.

O Sesi-SP chega para o duelo embalado por quatro vitórias seguidas no tie-break, sendo uma delas contra o líder Sada/Cruzeiro. Com a possibilidade de acabarem o 1º turno na vice-liderança, todos na equipe paulistana sabem da importância de vencer um adversário direto, ainda mais dentro de casa. O técnico Marcos Pacheco conta com a experiência do líbero Serginho e o bom momento vivido pelo jovem ponteiro Douglas Sousa.

“O jogo é difícil, contra uma equipe que tem um volume de jogo muito bom, além de um levantador que joga muito rápido. É um clássico do voleibol paulista e do voleibol brasileiro. As duas equipes vão fazer de tudo para comemorar o Natal com uma vitória”, disse o líbero Serginho.

“Estamos confiantes, mas dá para esperar um jogo bem equilibrado, já que as duas equipes são bem parecidas. Acredito que o ponto forte deles seja o bloqueio, precisamos estar atento a isso (...) O time está muito mais entrosado, acredito que achamos nosso ritmo. Agora, precisamos manter esse desempenho para terminar o turno entre os três primeiros e chegar bem na Copa do Brasil”, afirmou o ponteiro Douglas Sousa.

No Brasil Kirin, o momento é de se recuperar da derrota no tie-break para o Bento Vôlei/Isabela, na rodada passada, porém mantendo o bom ritmo apresentado nas partidas anteriores. Para o técnico Alexandre Stanzioni, o time vem crescendo a cada partida e apesar da maratona de jogos, todos estão conseguindo desempenhar um bom voleibol.

“Sabemos da responsabilidade, mas precisamos ir lá brigar por cada ponto e buscar a vitória (...) Vamos ter que arriscar para tirá-los da zona de conforto. No saque, principalmente, quebrando o passe e impondo nosso ritmo. Em jogos como este, equilibrados, precisamos minimizar os erros e ter consistência”, disse o técnico Alexandre Stanzioni.

“O jogo foi disputado, houve alguns erros de arbitragem, mas perdemos por condições técnicas, não foi pela arbitragem. Em um contexto geral, não foi um bom jogo para nosso passe, o que acaba comprometendo o ataque”, comentou o oposto Wallace.

“Essa última partida do turno é muito importante para a nossa equipe permanecer entre as quatro primeiras. Há um equilíbrio muito grande, muitas equipes com a pontuação bem próxima. Com certeza, vamos buscar essa vitória para terminarmos bem o primeiro turno”, afirmou o líbero Tiago Brendle.

Equipes:

Sesi-SP: Thiaguinho, Theo, Gustavão, Leandro Aracaju, Thiago Alves, Douglas Souza e Serginho (líbero)
técnico: Marcos Pacheco

Brasil Kirin: Gonzalez, Wallace, Vini, Luizinho, Ygor Ceará, Lucas Lóh e Tiago Brendle (líbero)
técnico: Alexandre Stanzioni

foto: Sesi-SP/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário