segunda-feira, 9 de novembro de 2015

(Superliga) Sesi-SP larga bem na estreia e derrota Lebes/Gedore/Canoas

Mesmo jogando no ginásio La Salle, o Sesi-SP venceu o Lebes/Gedore/Canoas por 3 sets a 0, parciais de 22/25, 15/25 e 11/25, pela 1ª rodada da Superliga 2015/2016. Com um bom volume de bloqueio e aproveitando os erros do adversário, a equipe paulistana, que é considerada favorita ao título, larga com três pontos, enquanto o time gaúcho fica sem pontuar na estreia na competição.

A partida iniciou equilibrada, com os dois times forçando bastante o saque, porém na primeira parada técnica o Sesi-SP abriu vantagem de três pontos: 5 a 8. Crescendo no bloqueio, os donos da casa reagiram e chegaram a encostar no placar; 8 a 9, mas na sequência o time paulistano já colocou 10 a 13 no placar, com destaque para os ponteiros Murilo e Douglas Sousa. No final, o Lebes/Gedore/Canoas quis incomodar com alguns bloqueios, mas os visitantes tiveram tranquilidade para fechar em 25 a 22.

O segundo set começou com o Sesi-SP forçando ainda mais o saque abrindo impressionantes 8 a 2, sendo que o time gaúcho errava demais no side-out. Mesmo com algumas mudanças na equipe como a entrada do levantador Evandro e do oposto Wanderson nas vagas de Sandro e Dennis, não modificaram o panorama do Lebes/Gedore/Canoas que acabou vendo os visitantes ampliarem para 9 a 18. No final, os comandados de Marcos Pacheco só administraram o placar até a vitória por 25 a 15.

A torcida, que veio em bom número ao La Salle, tentava apoiar a equipe da casa, que abriu 2 a 0 logo no início do terceiro set. Entretanto, o oposto Theo e novamente o ponteiro Douglas Sousa fizeram o Sesi-SP passar o placar e abrir 5 a 10. Neste momento, o Lebes/Gedore/Canoas voltou a errar muito, no que parecia um replay da parcial anterior. Os visitantes foram abrindo e a diferença aumentou para 17 a 7, sendo que no final, sem problema algum, os paulistanos fecharam em 25 a 11.

“Estreia é sempre difícil. Foi o primeiro jogo, fora de casa, o time deles vinha embalado pelo título estadual, mas acho que entramos bem no jogo, conseguimos impor um ritmo forte e isso favoreceu a gente (...) O Paulista já passou, tivemos que engolir a derrota nos detalhes e aqui é outro campeonato. Por mais difícil que seja tem que ficar para trás e aqui começa uma outra fase. Acho que foi bom estrear bem e mantendo o que vínhamos fazendo”, declarou o oposto Theo.

“Não desrespeitando a equipe do Canoas, mas vir jogar aqui não é fácil porque a torcida lota o ginásio. Viemos preparados para uma guerra, pois sabíamos que ia ser um jogo difícil. Que bom, que o primeiro set foi 25 a 22, um pouco mais apertado, mas os outros dois conseguimos dominar desde o início, e não sei, mas talvez eu tenha entrado por causa da vantagem que tivemos”, declarou o ponteiro Thiago Alves, que entrou no decorrer da partida, mostrando que está praticamente recuperado de uma lesão no ombro.

“Pode até ser um pouco a ansiedade da estreia, mas tivemos muito problema na recepção, sabemos que o Sesi-SP tem um bloqueio bem encaixado então isso facilitou com que eles conseguissem pontos desta maneira e nos contra-ataques. O Sesi-SP entrou com um saque bem agressivo e isso prejudicou bastante e quando conseguia receber com alguma qualidade, não estávamos rodando as bolas. Em um modo geral não fomos bem, ficando aquém das expectativas”, disse o auxiliar-técnico Alegrete, que ficou na beira da quadra devido a suspensão de Marcelo Fronckowiak.

“Com certeza não foi como esperávamos. Vinhamos jogando bem no Gaúcho e queríamos repetir isso na estreia, mas infelizmente hoje não foi bom. A gente teve muita dificuldade no passe e agora não tem segredo porque temos uma pedreira em Contagem contra o Sada/Cruzeiro e é se preparar bem, treinar bem para melhorar e ter um pouco mais de confiança nas nossas ações”, declarou o levantador Sandro.

Na próxima quarta-feira, às 18h30min, o Lebes/Gedore/Canoas encara o Sada/Cruzeiro, no ginásio do Riacho, em Contagem. Já na quinta-feira, às 20h, o Sesi-SP recebe o Montes Claros, no ginásio da Vila Leopoldina.

Equipes:

Lebes/Gedore/Canoas:
Sandro, Dennis, Victor Hugo, Tarcísio, Leo Caldeira, Alê e Jeffe (líbero)
entraram: Matheus, Evandro, Vanderson, Palocci, Batagim e Bozko
Técnico: Alegrete

Sesi-SP: Thiaguinho, Theo, Gustavão, Aracaju, Murilo, Douglas Souza e Serginho (líbero)
entraram: Rafael Araújo, Vinhedo e Thiago Alves
Técnico: Marcos Pacheco

foto: Matheus Beck/Vôlei Canoas

Nenhum comentário:

Postar um comentário