quinta-feira, 26 de novembro de 2015

(Superliga) Sesi-SP ganha de São José dos Campos e vira vice-líder

Pela 5ª rodada da Superliga 2015/2016, o Sesi-SP derrotou o São José dos Campos por 3 sets a 1, parciais de 19/25, 25/22, 19/25 e 20/25, no ginásio do Tênis Clube/SJC. Com o resultado, o time paulistano chegou aos 10 pontos e assumiu a vice-liderança da competição, enquanto a equipe do Vale do Paraíba, que parou nos nove pontos, caiu para o 4º lugar na tabela.

O Sesi-SP começou melhor na partida e com facilidade abriu 4 a 1, após um ponto de saque do ponteiro Douglas Souza. Chegando com boa vantagem na primeira parcial técnica: 8 a 4, os comandados do técnico Marcos Pacheco dominaram as ações e ampliaram a vantagem para 11 a 6, forçando o técnico Leonardo Carvalho a pedir tempo. No retorno, São José dos Campos chegou a reagir diminuindo o placar 16 a 11, porém com problemas de recepção acabou sofrendo a derrota por 25 a 19.

Diferentemente da parcial anterior, o São José dos Campos começou melhor no segundo set e dominou as primeiras parciais,. A equipe do Vale do Paraíba aproveitou os erros de ataque do Sesi-SP e garantiu o primeiro tempo técnico com 8 a 6, em seguida aumentou para quatro pontos a vantagem e fechou a segunda parcial em 16 a 12. Após uma sequência de erros de saque de ambos os lados, o time da capital paulista até chegou a encostar: 15 a 17, mas com Lorena e Diogo bem no ataque, os donos da casa venceram por 25 a 22.

O terceiro set foi marcado pela igualdade no placar. Com Lorena acertando um ace e Douglas Souza atacando forte pela lateral, as equipes seguiram empatadas até a primeira parcial técnica, quando o São José fez 8 a 7. Aproveitando melhor os erros do adversário, o time da capital paulista saiu na frente e abriu dois pontos de vantagem no segundo tempo técnico: 16 a 14. Atuando melhor, o Sesi-SP voltou a crescer em quadra sem dar vez para o adversário, bloqueando o oposto Lorena e com direito a um ponto de saque do levantador Thiaguinho, os visitantes fizeram 25 a 19.

Assim como no set anterior, o equilíbrio tomou conta do quarto período. Com Gustavão acionado bastante, o Sesi-SP se manteve forte na briga e cravou a primeira parcial com 8 a 7. Mesmo com Lorena se destacando do outro lado, os visitantes não se intimidaram e passaram a abrir ainda mais a vantagem, chegando o segundo tempo obrigatório: 16 a 11. Melhor em quadra, o Sesi-SP soube administrar a vantagem que girava entre quatro e seis pontos e fechou o duelo ao fazer 25 a 20.

“Nosso time vem evoluindo a cada jogo, só tivemos uma baixa contra o Minas, mas esta Superliga está bem equilibrada e temos que estar 100% em todos os jogos. Fiquei muito satisfeito com a evolução da equipe. Conseguimos vencer um adversário duro fora de casa. Foi uma ótima vitória. Agora não podemos só comemorar, porque sábado teremos mais uma pedreira”, comentou o central Gustavão.

“Não fomos competentes em muitos fundamentos. O Sesi imprimiu um saque nem tão difícil e mesmo assim não conseguimos trabalhar bem a recepção. Nosso time tem que jogar sempre 100% para ganhar de equipes como o Sesi que têm maior investimento, um plantel maior. Sem dúvida nenhuma isso faz diferença”, disse o ponteiro Diogo.

“Fizemos uma partida muito ruim, em um nível muito abaixo daquele que a gente vem apresentando. Obviamente o Sesi tem muitos méritos, foi mais regular, eficiente, mas enfim, esse resultado é absolutamente normal. Ninguém fica satisfeito quando perde mas amanhã de manhã já estamos pensando em como proceder com o próximo adversário, o Brasil Kirin, um time muito duro, extremamente qualificado, um dos favoritos para as semifinais da Superliga”, declarou o técnico Leonardo Carvalho.

No próximo sábado, às 21h30min, o Sesi-SP encara a Funvic/Taubaté, no ginásio Abaeté. No mesmo dia, às 19h, o São José dos Campos recebe o Brasil Kirin, no ginásio Tênis Clube/SJC.

Equipes:

São José dos Campos: Rodriguinho, Lorena, Brunão, Júnior, Diogo, Cristian Polglajen e Mário Jr. (líbero)
entraram: Hugo, Everton, Lucas Salim e Alemão
Técnico: Leonardo Carvalho

Sesi-SP: Thiaguinho, Theo, Gustavão, Leandro Aracaju, Thiago Alves, Douglas Souza e Serginho (líbero)
entraram: Johan, Vinhedo e Rafael Araújo
técnico: Marcos Pacheco

foto: Tião Martins/PMSJC

Nenhum comentário:

Postar um comentário