quarta-feira, 18 de novembro de 2015

(Superliga) São José joga bem e quebra invencibilidade de Montes Claros

Na abertura da 4ª rodada da Superliga 2015/2016, o São José dos Campos derrotou o Montes Claros por 3 sets a 0, parciais de 25/22, 25/13 e 25/14, no ginásio Tancredo Neves. Jogando tranquilo e com destaque para o ponteiro Diogo, o time do Vale do Paraíba chegou aos nove pontos e assumiu, pelo menos temporariamente, a liderança da competição. Já os mineiros acabaram perdendo a invencibilidade e caindo para o segundo lugar, com sete pontos.

O central Salsa abriu o placar do jogo para o Montes Claros. A partida começou com equilíbrio, com o placar igual em 4 a 4. A partir deste momento, o time da casa abriu e, no bom saque de Índio, fez 7 a 4. O São José Vôlei encostou em 9 a 8, mas no bom saque de André Nascimento, o time da casa fez 11 a 8. Ainda com o oposto no saque, o Montes Claros chegou a 13 a 8. Na sequência, o São José buscou e, no bloqueio de Brunão, chegou ao empate em 16 a 16. Com Lorena, o time visitante assumiu o comando do placar (18 a 17). O jogo ganhou equilíbrio na reta final. Diogo conseguiu ponto de saque e o São José fez 23 a 20. No final, 25 a 22.

O time paulista teve um bom início de segundo set e abriu 3 a 0. O São José seguiu embalado e chegou a 9 a 3. O time do Vale do Paraíba seguiu embalado e abriu uma diferença de oito pontos em 16 a 8. Contando com muitos erros do Montes Claros Vôlei, o São José seguiu pontuando e, com Lorena, fez 20 a 9. Em um set bem diferente do anterior, que seguiu disputado até o final, desta vez o São José Vôlei venceu por 25 a 13.

As equipes estiveram empatadas em 3 a 3 até o bom saque do ponteiro Bob colocar o Montes Claros a frente (4 a 3). Os donos da casa seguiram bem e, apoiados pela torcida, fizeram 8 a 5. O São José reagiu e, em boa passagem de Lorena pelo saque, assumiu o comando do placar e ainda fez 10 a 8. No ace de Júnior, o time paulista chegou a 13/10. A vantagem seguiu boa em 16 a 12. Com Diogo em noite inspirada, o São José Vôlei não deu chances ao adversário, que estava irreconhecível em quadra. No final, 21 a 13 e, na sequência, 25 a 14 para fechar o duelo.

“É muito trabalho e dedicação. Mesmo sendo mais experiente, me esforço bastante para melhorar a cada dia e isso é fruto de um trabalho que eu faço diariamente (...) A Superliga é muito longa, complicada e sabemos que se jogarmos em um nível um pouco abaixo, podemos perder para qualquer time. E sabemos também que podemos ganhar de qualquer equipe. Vamos trabalhar para continuar evoluindo. Esse é o nosso objetivo”, declarou Diogo, eleito o melhor em quadra.

“Hoje o jogo não entrou hoje. Fizemos um começo de primeiro set muito bom e nos detalhes deixamos escapar. Talvez se tivéssemos vencido aquela primeira parcial, a história teria sido diferente. Depois, a concentração caiu, mas isso faz parte. Não há muito tempo para lamentar. Já temos uma próxima pedreira, contra o Sada/Cruzeiro, e vamos ver o que erramos para virar a pagina”, analisou o oposto André Nascimento

O São José Vôlei volta a quadra no dia 25, quarta-feira, às 19h30min, contra o Sesi-SP, no ginásio Tênis Clube/SJC. Já no dia 26, quinta-feira, às 19h15min, o Montes Claros encara o Sada/Cruzeiro, no ginásio Tancredo Neves.

Equipes:

Montes Claros: Índio, André Nascimento, Salsa, Rafael, Bob, Kadu e Kachel (líbero)
entraram: Renan, Wagner, Rodrigo Ribeiro, Maicon, Gian e Juninho
Técnico: Marcelinho Ramos

São José dos Campos: Rodriguinho, Lorena, Brunão, Júnior, Diogo, Cristian Polglajen e Mário Jr. (líbero)
entraram: N/a
Técnico: Leonardo Carvalho

foto: Matheus Pereira/MCV

Nenhum comentário:

Postar um comentário