sábado, 21 de novembro de 2015

(Superliga) Sada/Cruzeiro se recupera e vence Voleisul/Paquetá Esportes

Pela 4ª rodada da Superliga 2015/2016, o Sada/Cruzeiro derrotou o Voleisul/Paquetá Esportes por 3 sets a 1, parciais de 22/25, 17/25, 25/18 e 21/25, no ginásio da Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo. Com o resultado, a equipe mineira se recupera e assume a vice-liderança, com nove pontos. Já o time gaúcho acabou sofrendo sua segunda derrota na competição e segue em 6° lugar, com seis pontos.

O primeiro set começou bastante equilibrado com as duas equipes forçando bastante do saque. No Voleisul/Paquetá Esportes destaque para o oposto Franco, enquanto no Sada/Cruzeiro o levantador William fazia a diferença, tanto que fez até ace para chegar a primeira parada técnica com 8 a 6. Com alguns erros de recepção e ataque, o time gaúcho acabou vendo o atual campeão mundial disparar no placar: 13 a 6. Após três pontos seguidos, o time de Novo Hamburgo voltou para o jogo, mas foram os mineiros que chegaram na frente no segundo tempo obrigatório: 16 a 11. No final, os visitantes mostraram um voleibol coeso, fazendo 19 a 12 e mesmo com uma recuperação dos donos da casa: 20 a 17, fecharam a parcial em 25 a 22.

A segunda parcial, o Sada/Cruzeiro não quis saber de dar chance para o time da casa, com William abusando das jogadas com os centrais, aplicou 8 a 3 na primeira parada técnica. Os visitantes continuavam soltando o braço, tanto no ataque quanto no saque, sendo que chegaram a abrir 12 a 5. Na segunda parada obrigatória, o time celeste vencia por 16 a 11. Quando a Voleisul/Paquetá Esportes tentava reagir no placar, William apostava em Wallace ou Leal e assim o marcador foi para: 19 a 15. No final, os mineiros administraram o placar, mesmo com a pressão do torcedor, fechando o set em 25 a 17.

Precisando vencer para se manter vivo na partida, o Voleisul/Paquetá Esportes começou melhor o terceiro set e abriu 6 a 3 logo de cara. No primeiro tempo técnico, o time gaúcho seguiu na frente: 8 a 5. Com os jovens Nicolas e Jonatas entrando bem em quadra, os donos da casa conseguiram manter ampliar a diferença para 13 a 8, obrigando Marcelo Mendez a parar o jogo. Na segunda parada técnica, os gaúchos estavam na frente com 16 a 9, sendo que mantiveram o mesmo ritmo e colocaram 18 a 12 no placar. Com um bom trabalho no fundo de quadra, os donos da casa foram administrando a vantagem até fecharem em 25 a 18.

A vitória no set anterior acendeu a equipe e a torcida do Voleisul/Paquetá Esportes para a quarta parcial. Entretanto, o Sada/Cruzeiro conseguiu chegar a frente na primeira parada técnica, com destaque para Wallace: 8 a 6, sendo que na sequência, após dois erros dos gaúchos a diferença foi para 10 a 6, o que fez Paulo Roese parar o duelo. O tempo surtiu efeito, a equipe de Novo Hamburgo encostou no placar: 12 a 10. Na segunda parada técnica, a diferença dos mineiros era de apenas três pontos, com destaque para as rápidas jogadas de meio: 16 a 13. Os visitantes conseguiram segurar a vantagem e administrar o placar, mesmo com a pressão vinda das arquibancas, fechando em 25 a 21.

“Jogamos bem. No primeiro set fomos bem no saque, no bloqueio e nos contra-ataques e durante toda a partida fomos bem no side-out. O William fez uma partida grandíssima, com todos atacando e tendo um percentual muito alto. Então fico feliz pelo resultado”, afirmou o treinador Marcelo Mendez.

“A diferença é que jogamos três campeonatos e é normal oscilar em uma Superliga que é um campeonato longo. Aqui era uma partida que queríamos os três pontos e temos que pensar jogo por jogo, pois não tem como fazer um prognostico. Sabemos que esse campeonato está atípico, com favoritos perdendo nestas primeiras rodadas”, declarou o líbero Serginho.

“Quando eu vi o jogo do Bento Vôlei/Isabela e Sada/Cruzeiro eu falei que o raio não caia duas vezes no mesmo lugar. Seria um jogo difícil e tivemos a infelicidade de perder o Samuel e hoje rodamos os três moleques (Composto, Renan e Jonatas), mas faltou um pouco de ritmo de jogo. Temos que ter paciência com eles. Fizemos um bom jogo contra o campeão mundial”, afirmou o treinador Paulo Roese.

“O Sada/Cruzeiro é o único time que está em um patamar acima dos demais. Temos condições de fazer jogo de igual para igual com qualquer um. No nosso planejamento que é classificar para os playoffs é obrigação ganhar em casa, já pensando no duelo contra o Copel Telecom/Maringá”, disse o ponteiro Mão.

Na próxima quinta-feira, às 19h15min, o Sada/Cruzeiro encara o Montes Claros, no ginásio Tancredo Neves. No mesmo dia, às 20h, o Voleisul/Paquetá Esportes volta a quadra para enfrentar o Copel Telecom/Maringá, novamente no ginásio da Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo.

Equipes:

Voleisul/Paquetá Esportes: Rafinha, Franco, Acácio, Robinho, Mão, Renan e Thales (líbero)
entraram: Composto, Bernardo Roese, Jonatas, Nicolas, Bitello e Satiro
técnico: Paulo Roese

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Leal, Winters, Isac, Éder e Serginho (líbero)
entraram: Fernando Cachopa, Vanderson, Alan e Rodriguinho
técnico: Marcelo Mendez

foto: Murilo Carvalho/Voleisul​/Paquetá Esportes​

Nenhum comentário:

Postar um comentário