domingo, 15 de novembro de 2015

(Superliga) Montes Claros passa pelo Brasil Kirin em pleno Taquaral

Mesmo jogando no ginásio do Taquaral, o Montes Claros derrotou o Brasil Kirin por 3 sets a 1, parciais de 16/25, 25/20, 30/32 e 23/25, pela 3ª rodada da Superliga 2015/2016. Com o resultado, a equipe mineira assumiu a liderança da competição, com sete pontos e segue invicta, enquanto o time de Campinas acabou sofrendo sua primeira derrota e caiu para o quinto lugar, com seis pontos.

Invictos, os times mostraram no começo porque disputam as primeiras posições na tabela. Foram trocas de pontos, aces e bloqueios para ambos os lados, tanto que a primeira parada técnica teve vantagem mínima para Montes Claros: 8 a 7. Com boa distribuição do levantador Índio, os visitantes conseguiram abrir 13 a 8 e com o Brasil Kirin irreconhecível em quadra o placar foi para 21 a 13. No final, vitória dos visitantes com tranquilidade por 25 a 16.

A péssima apresentação na parcial anterior fez o Brasil Kirin voltar mais ligado no segundo set. O equilíbrio era evidente tanto que na primeira parte técnica os visitantes venciam por 8 a 6, mas no segundo tempo obrigatório a vantagem era da equipe de Campinas com 16 a 15. A inversão de rede, com as entradas de Jotinha e Michael acabou fazendo a diferença para os donos da casa que abriram uma boa diferença na reta final e com um bloqueio de Maurício Souza fecharam em 25 a 20.

O terceiro set foi um grande teste para cardíaco. Com bom aproveitamento, a dupla Jotinha e Michael seguiu em quadra e na primeira parada técnica a vantagem era de 8 a 5. Montes Claros não se intimidou e com a experiência do ponteiro Bob conseguiu encostar no placar: 16 a 15. Com as duas equipes lutando a cada ponto, a parcial foi se alongando e após 40 minutos de disputa, o Pequi Atômico comemorou a vitória por 32 a 30.

No quarto set, Montes Claros conseguiu largar na frente e o Vôlei Brasil Kirin foi para cima para se manter na cola: 8 a 7. Algumas marcações da arbitragem fizeram o Brasil Kirin reclamar muito, porém os visitantes seguiam na frente na segunda parada técnica: 16 a 15. Quando se esperava um novo set longo, a equipe mineira conseguiu abrir dois pontos de diferença: 21 a 19 e com essa pequena vantagem foi administrando o duelo até fechar em 25 a 23.

“Excelente início de Superliga para a gente. Viemos trabalhando duro e soubemos aproveitar as oportunidades que apareceram”, declarou o levantador Rodrigo Ribeiro 

“Com certeza são vitórias muito importantes para a nossa caminhada na Superliga. Muito bom pontuar contra estas equipes grandes, lá para frente vai fazer muita diferença. Feliz com essa crescente e com o desempenho dos jogadores. Todos que entram estão dando conta” declarou o oposto André Nascimento, após a partida para a Rádio Esportes Online.

“Jogamos mal. Eles entraram firmes desde o começo e conseguiram uma vantagem. Tivemos que correr atrás durante praticamente o jogo todo e isto fez a diferença. Mostramos força, mas faltaram alguns pequenos detalhes nos sets mais longos. Agora é hora de esfriar a cabeça e pensar no próximo jogo”, comentou o treinador Alexandre Stanzioni.

Na próxima quarta-feira, às 18h15min, o Montes Claros volta a quadra para encarar o São José dos Campos, no ginásio Tancredo Neves. Já o Brasil Kirin enfrenta o Lebes/Gedore/Canoas, no domingo, às 14h, no ginásio La Salle.

Equipes:

Brasil Kirin: González, Wallace, Lucas Loh, Olteanu, Vini, Maurício Souza e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Jotinha, Michael, Luizinho, Piá, Gregore Baiano
Técnico: Alexandre Stanzioni

Montes Claros: Índio, André Nascimento, Bob, Kadu, Rafael, Salsa e Kachel (líbero)
entraram: Rodrigo Ribeiro, Juninho, Maicon e Renan Purificação
Técnico: Marcelinho Ramos

foto: Gabriel Inamine/Brasil Kirin

Nenhum comentário:

Postar um comentário