quinta-feira, 26 de novembro de 2015

(Superliga) Minas Tênis Clube vence Juiz de Fora e ingressa no G-8

Mesmo jogando no ginásio da UFJF, o Minas Tênis Clube derrotou o Juiz de Fora Vôlei por 3 sets a 1, parciais de 23/25, 26/24, 17/25 e 15/25, pela 5ª rodada da Superliga 2015/2016. Com o resultado, a equipe de Belo Horizonte assumiu a 7ª posição, com sete pontos, ingressando no G-8. Já o time comandando por Alessandro Fadul segue sem vencer na competição, aparecendo na lanterna com apenas dois pontos.

A partida começou equilibrada, com o Minas Tênis Clube chegando a primeira parada técnica na frente: 6 a 8. O Juiz de Fora com bom trabalho no saque e no side-out não deixava o adversário abrir no placar, tanto que o segundo tempo técnico marcava 15 a 16. Na reta final do primeiro set, os visitantes conseguiram uma diferença mínima (19 a 21) e com ela venceram a parcial por 23 a 25.

O segundo set foi também equilibrado. O Minas Tênis Clube tinha na força do oposto Escobar uma forte arma, que ajudou o time a fazer 7 a 8 na primeira parada técnica. O Juiz de Fora conseguiu passar a frente do placar, com destaque para o ponteiro Renato Hermely: 16 a 14. A parcial seguiu equilibrada, com os donos da casa mantendo essa diferença: 21 a 20, sendo que na reta final, com muita paciência, os comandados de Alessandro Fadul fecharam em 26 a 24.

Como não poderia deixar de ser, o terceiro set foi de pressão dos donos da casa, mas a vantagem na primeira parada técnica foi do Minas Tênis Clube: 6 a 8. Com o ponteiro Thiago no lugar de Raidel, o time visitante conseguiu ter mais qualidade no passe, fazendo com que Everaldo distribuísse melhor as jogadas. Na segunda parada técnica, o placar era de 12 a 16 e sabendo administrar o placar, o time de Belo Horizonte fechou em 18 a 25.

No quarto set, o Juiz de Fora entrou desatento e logo tomou 1 a 8. O técnico Alessandro Fadul tentou fazer algumas modificações na equipe, mas o estrago já tinha sido feito. O Minas Tênis Clube aproveitou os erros do adversário e virando os contra-ataques acabou abrindo vantagem 11 a 21. No final, com muita tranquilidade e Escobar (maior pontuador do jogo com 27 acertos) soltando o braço, os visitantes fecharam o duelo em 15 a 25.

“A postura nos dois primeiros sets foi muito boa, mas a gente está batendo na trave: temos criado oportunidades, não estamos é sabendo aproveitá-las. Todo mundo vem treinando bem no dia a dia; talvez falte um pouco mais de foco e concentração nos momentos de tomada de decisão”, disse o líbero Fabio Paes.

“Não podemos começar um set daquele jeito depois de jogar os três primeiros de forma equilibrada. Erramos muito, deixamos o time deles jogar à vontade e não conseguimos buscar depois. Precisamos manter o foco do início ao fim das partidas”, declarou o técnico Alessandro Fadul.

No próximo sábado, às 18h, o Juiz de Fora Vôlei encara o Montes Claros, no ginásio Tancredo Neves. Já o Minas Tênis Clube, no domingo, às 10h30min, enfrenta o Sada/Cruzeiro, no ginásio do Riacho.

Equipes:

Juiz de Fora Vôlei: Maurício, Leandrão, Diego Almeida, Ninão, Renato Hermely, Mark e Fabio Paes (libero)
entraram: Tatinho, Tarik, Felipe Hernandez, Igor, Djalma e Ricardo Faccin
técnico: Alessandro Fadul

Minas Tênis Clube: Everaldo, Escobar, Flávio, Pétrus, Bruno Canuto, Raidel e Maique (líbero)
entraram: Nicolas, Eduardo Carísio, Willian, Thiago e Madaloz
técnico: Nery Tambeiro

foto: Acesso Comunicação Jr

Nenhum comentário:

Postar um comentário