sexta-feira, 13 de novembro de 2015

(Superliga) Brasil Kirin supera Minas Tênis Tênis Clube e segue invicto

O Brasil Kirin derrotou o Minas Tênis Clube por 3 sets a 1, parciais de 25/21; 25/27; 25/15 e 25/20, no ginásio do Taquaral, pela 2ª rodada da Superliga 2015/2016. Com o resultado, o time de Campinas segue invicto e com 100% de aproveitamento, enquanto a equipe de Belo Horizonte sofreu sua segunda derrota na competição, sendo que ainda não somou pontos.

Os times resolveram soltar o braço no saque e o que se viu nos primeiros pontos foram erros dos dois lados e os passadores tendo trabalho. O placar retratou o equilíbrio da parcial: 9 a 9, sendo que as duas equipes fizeram rallys longos, com destaque para defesas do líbero Tiago Brendle. A partida seguia parelha, com nenhum clube conseguindo abrir vantagem: 20 a 20, entretanto, o Brasil Kirin se aproveitou de erros do adversário na reta final para fechar por 25 a 21.

No segundo set, o Minas Tênis Clube voltou a sacar pesado o que prejudicou o passe dos donos da casa, tanto que chegou a abrir 8 a 5 na primeira parcial. O oposto Wallace cresceu na partida e conseguiu ajudar o Brasil Kirin a empatar o duelo: 12 a 12, porém essa reação durou pouco e os visitantes voltaram a ficar na frente na segunda parada obrigatória: 16 a 13. No final, os dois times equilibraram as ações e a definição foi emocionante, com vitória para o time de Belo Horizonte por 27 a 25.

A partir do terceiro set, o Brasil Kirin passou a comandar a partida. Logo no começo abriu 3 a 1 e foi controlando o placar chegando a primeira parada técnica com 8 a 4. O bloqueio funcionou bem com Luizinho, que entrou no decorrer da partida, e Maurício Souza, ajudando a fazer 16 a 8 no segundo tempo obrigatório. Sem grandes dificuldades na virada de bola, o time campineiro acabou fechando a parcial em 25 a 15.

Na quarta parcial, o equilíbrio voltou a quadra e a primeira parcial foi de diferença de um ponto para o Brasil Kirin: 8 a 7. Após uma segunda parada com nova vantagem mínima: 16 a 15, o oposto Wallace passou pelo saque e os donos da casa assumiram a ponta no placar colocando 21 a 17. No final, os donos da casa conseguiram segurar o adversário e fechar o duelo em 25 a 20.

“Foi um jogo difícil. O Minas é um time de qualidade, especialmente na defesa e impôs algumas dificuldades. Fico feliz de termos conseguido superá-las. Fomos nos ajustando durante o jogo, acertamos rapidamente a marcação, tivemos êxito na virada de bola e conseguimos o resultado. A Superliga é isso: rallys, raça, superação. As dificuldades sempre vão existir”, comentou o treinador Alexandre Stanzioni.

No próximo sábado,às 20h, o Brasil Kirin recebe o Montes Claros, novamente no ginásio do Taquaral. No mesmo dia, às 21h30min, o Minas Tênis Clube enfrenta o Sesi-SP, no ginásio da Vila Leopoldina. 

Equipes:

Brasil Kirin: González, Wallace, Lucas Loh, Olteanu, Vini, Maurício Souza e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Luizinho, Jotinha, Michael, Pará e Piá
Técnico: Alexandre Stanzioni

Minas Tênis Clube: Yadrian Escobar, Bruno Canuto, Everaldo, Raidel González, Flávio, Pétrus e Lucianinho (líbero)
entraram: Thiago Valone, Leo, Madaloz e Eduardo Canísio
Técnico: Nery Tambeiro

foto: Brasil Kirin/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário