quinta-feira, 12 de novembro de 2015

(Superliga) Brasil Kirin e Minas Tênis Clube fazem duelo grande no Taquaral

Brasil Kirin e Minas Tênis Clube duelam nesta quinta-feira, às 20h, no ginásio do Taquaral. O duelo promete ser um dos melhores da 2ª rodada da Superliga 2015/2016 por se tratar de duas equipes que sempre chegam nas competições. Vindo de vitória sobre o Copel Telecom/Maringá, o time de Campinas quer mais uma vitória, enquanto a equipe mineiras busca a reabilitação após perder na estreia para São José dos Campos.

O Brasil Kirin quer aproveitar o embalo da torcida e conquistar mais uma vitória neste início de competição. O treinador Alexandre Stanzioni entende que aproveitar o fator casa será fundamental na Superliga que promete ser uma das mais disputadas dos últimos anos. Com o oposto Wallace já mostrando que está recuperado e com uma linha de passe competente (Tiago Brendle, Olteanu e Lucas Loh), o objetivo é mais três pontos.

“Começar com uma sequência de vitórias cria uma gordura que nos dá segurança. A Superliga é longa, exige muito do elenco, por isto é importante começar bem, pois lá na frente os problemas costumam aparecer. Nosso objetivo é brigar entre os líderes nesta primeira fase e é fundamental sair abrindo, tentar nosso máximo para buscar estes pontos”, comentou o treinador Alexandre Stanzioni, que avaliou o adversário.

“Eles fizeram um estadual forte, chegando até a final, mas tropeçaram na estreia e vem com tudo para tentar a recuperação. O Minas é um time forte, com tradição, que manteve boa parte da base da última temporada. Sabemos que será um jogo complicado, mas podemos explorar esta obrigação deles para construir o caminho da nossa vitória”, encerrou o treinador do Brasil Kirin.

A derrota em plena Arena, em Belo Horizonte, por 3 sets a 0 para o São José dos Campos não estava nos planos do Minas Tênis Clube. O técnico Nery Tambeiro entende que a equipe esteve bem abaixo do rendimento esperado, ainda mais que o time fez boas apresentações no Estadual. Mesmo encarando um adversário forte, fora de casa, o objetivo é vencer ou pelo menos somar pontos.

“A nossa estreia na Superliga não foi como era esperado. Fomos apáticos em vários momentos. Vamos com outra postura para esse segundo jogo. Isso é muito importante, não tem como jogar com apatia contra nenhuma equipe, tem que entrar forte e impor um bom ritmo do início ao fim. O que pode fazer a diferença é a nossa postura, com todos os jogadores atentos”, afirmou o ponteiro Thiago Vanole.

Equipes:

Brasil Kirin: Gonzalez, Wallace, Vini, Maurício, Lucas Lóh, Olteanu e Tiago Brendle (líbero)
Técnico: Alexandre Stanzioni

Minas Tênis Clube: Everaldo, Escobar, Bruno Canuto, Raidel, Flávio, Petrus e Lucianinho (líbero)
Técnico: Nery Tambeiro

foto: Brasil Kirin/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário