sábado, 7 de novembro de 2015

Raio-X da Superliga 2015/2016: Voleisul/Paquetá Esportes

Em sua primeira participação na Superliga, o Voleisul/Paquetá Esportes bateu na trave e por muito pouco não chegou aos playoffs. Nesta temporada, a diretoria suou a camisa para fechar os apoios e patrocinadores a tempo de montar um elenco competitivo para o técnico Paulo Roese. Jogadores considerados coadjuvantes chegaram para o time de Novo Hamburgo com a missão de virarem protagonistas, como os casos de Mão, Franco e Thales. Ao lado deles, atletas experientes (Rafinha, Acácio e Samuel) que podem dar o equilíbrio a equipe.

“Montamos um grupo bem legal, com um potencial enorme e, claro, ainda precisamos fazer alguns ajustes para a Superliga, principalmente porque temos alguns jogadores que não vinham jogando na temporada passada. Acredito que Sada/Cruzeiro e Funvic/Taubaté estão em um degrau acima, mas temos um grupo novo, que tem totais condições de brigar de igual para igual com as demais equipes da competição. Sem dúvida, vai ser a Superliga mais equilibrada dos últimos anos”, declarou o treinador Paulo Roese.

Sem muitos amistosos antes do Estadual, a nova equipe do Voleisul/Paquetá Esportes foi se moldando durante a competição. A eliminação na semifinal para o Lebes/Gedore/Canoas foi dolorida, ainda mais por ter sido em Novo Hamburgo, porém o momento é de focar na Superliga e na busca pelos playoffs. Paulo Roese busca no dia a dia aquele algo a mais dos atletas, principalmente, dos jovens, para que a equipe cresce e acima de tudo amadureça nos momentos certos.

“Essa é minha 22ª Superliga e posso dizer que este ano teremos uma das mais equilibradas. Fazer parte disso é gratificante. Acredito que, tirando Sada Cruzeiro, Funvic/Taubaté e Sesi-SP, todos os outros vão brigar para estar entre os oito do play-off. Nosso time deu uma boa reforçada para esta temporada e trouxe nomes de peso como Samuel, Franco, Mão e Acácio. Vamos entrar para brigar pela classificação”, disse o levantador Rafinha.

Elenco:

Levantadores: Rafinha, Bernardo e Jairo
Opostos: Franco e Renan Santos
Ponteiros: Mão, André Lukianetz, Samuel, Composto, Jonatas e Bitello
Centrais: Acácio, Satiro, Robinho e Nicolas
Líberos: Thales e Bitello

Análise do time

Ponto forte: A mescla de experiência e juventude é uma receita que todos os times buscam e Rafinha e Acácio são jogadores acostumados a essa integração.

Ponto franco: A busca ainda pelo entrosamento ideal e a presença de muitos jovens como titulares pode atrapalhar em momentos decisivos.

Destaque do time
: Medalhista olímpico, Samuel tem potencial para voltar a Seleção Brasileira e seu desempenho em Novo Hamburgo será fundamental para isso.

Olho nele: O ponteiro Composto chegou sem muito alarde e mostrou no Estadual que pode ganhar um lugar no time com o tempo.

Aposta Espaço do Vôlei: Tem condições de ingressar nos playoffs, porém jogadores como Mão e Franco terão que mostrar a que vieram.

foto: Alexandre Arruda/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário