sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Raio-X da Superliga 2015/2016: Copel Telecom/Maringá

O orçamento da temporada passada para agora diminuiu, mas o trabalho de Ricardinho e companhia segue a todo vapor. Agora com o nome de Copel Telecom/Maringá, a equipe paranaense quer novamente ingressar nos playoffs e consolidar ainda mais sua marca junto a torcida, que fez bonito na última Superliga. Em quadra, o técnico Horacio Dileo contará com jogadores experientes como Aureliano, Ualas e Edinho, além do japonês Fukuzawa, a grande aposta do clube.

“Nosso time ainda está ganhando o entrosamento ideal para a Superliga, por isso estamos buscando jogos para poder entrosar e dar ritmo de jogo. Minha expectativa é jogo por jogo. Será uma Superliga equilibrada, porém difícil para jogar. Mas, nosso time está bem, tem cabeça boa. Acho que podemos ter boas expectativas para essa edição 2015/2016 do campeonato”, declarou o treinador Horacio Dileo.

Sem participar do Campeonato Paranaense, o Copel Telecom/Maringá fez alguns amistosos e disputou um torneio rápido em sua cidade contra o Lomas Volley, da Argentina, o Araucária (que deve disputar a Superliga B) e o Bento Vôlei/Isabela, que acabou levando o título. O início da Superliga deve mostrar quais são as pretensões dos paranaenses na competição.

“O primeiro objetivo é ficar entre os oito. Essa é a primeira etapa que temos que percorrer. Estamos buscando ritmo de jogo e o nosso objetivo, neste momento, é o entrosamento, é buscar o feeling com os jogadores. Eu quero ver nosso ginásio lotado, torcendo, vibrando a cada partida do Copel Telecom Maringá Vôlei. Minha expectativa é essa, estar entre os oito melhores do Brasil, que para mim é uma grande classificação, pois temos uma das melhores Superligas do mundo”, disse o levantador Ricardinho.

Elenco:

Levantadores: Ricardinho, Elder e Gelinski
Opostos: Edinho e Luan
Ponteiros: Fukuzawa, Thiago Sens, Kaio, Arthur, Deivid
Centrais: Ualas, Aureliano, Mudo e Michel,
Líberos: Rogerinho e Guilherme Gentil

Análise do time

Ponto forte: Horacio Dileo vai para o segundo ano no clube tendo montado um time de jogadores tarimbados e acostumados a decisões

Ponto franco: A falta de ritmo de jogo pode atrapalhar o início da equipe na Superliga e até mesmo o entrosamento ideal.

Destaque do time: O presidente Ricardinho segue sendo o homem decisivo fora e dentro de quadra, tanto que o rendimento dele serve de temperatura para o time.

Olho nele: Oposto Luan já fez boas apresentações na edição passada da Superliga e agora pode ganhar mais oportunidades.

Aposta Espaço do Vôlei: Tem boas condições de chegar aos playoffs, porém Horacio Dileo precisará o quanto antes encontrar a formação ideal.

foto: Alexandre Arruda/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário