sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Raio-X da Superliga 2015/2016: Brasil Kirin

A Superliga 2015/2016 para o Brasil Kirin começa com aquela sensação de que agora vai. Com algumas mudanças no elenco em relação a temporada passada, o técnico Alexandre Stanzioni conta com um grupo considerado mais experiente, tendo nomes como o central Maurício Souza, o ponteiro romeno Olteanu e, principalmente, o levantador argentino Gonzalez, que chega para ser o grande diferencial do time de Campinas para dar um salto de qualidade.

“Trouxemos um levantador argentino, o Gonzalez, que é um jogador que sempre mapeei por ter um estilo de jogo próximo do que eu acho interessante. Fizemos um planejamento com novos atletas, que buscam espaço na seleção, e que se encaixam muito bem no time. Esses três jogadores conheço desde muito novos e sei que vão se adequar aos nossos objetivos de estar entre os principais times do Brasil nesta temporada”, declarou o técnico Alexandre Stanzioni.

O Campeonato Paulista foi de altos e baixos para o Brasil Kirin que fez a segunda melhor campanha da fase classificatória, mas nas semifinais, após vencer a Funvic Taubaté, no Vale do Paraíba, acabou perdendo a vaga na decisão em pleno ginásio do Taquaral, no golden set. O gosto amargo ficou, mas o grupo garante que está empolgado e preparado para encarar a principal competição do país.

“Vejo o nosso time como um dos favoritos, ao lado de outros, como Sada/Cruzeiro, Funvic Taubaté, que são times que também foram montados para ganhar a Superliga. Mas, não podemos deixar de nos preocupar com as outras equipes. Essa vai ser uma Superliga muito equilibrada e sabemos que todo esse falado favoritismo fica no papel. Os favoritos vão aparecer em quadra”, afirmou o oposto Wallace.

Elenco:

Levantadores: Gonzalez e Jotinha,
Opostos: Wallace e Gregore
Ponteiros: Lucas Loh, Olteanu, Ygor Ceará e Piá
Centrais: Mauricio Souza, Luizinho, Vini e Michael
Líberos: Tiago Brendle e Pará

Análise do time

Ponto forte: Juntos Lucas Loh, Olteanu e Tiago Brendle forma uma das melhores linhas de passe do país

Ponto franco: O oposto Wallace volta de lesão e precisa estar 100%, enquanto Gonzalez ainda terá que se adaptar ao voleibol nacional.

Destaque do time: Tiago Brendle tem tudo para ser o substituto de Serginho na Seleção Brasileira e essa Superliga pode consolidar isso.

Olho nele: Forte e ágil, o oposto Gregore, também conhecido como Bahiano, ganhou algumas oportunidades na temporada passada e já mostrou seu potencial.

Aposta Espaço do Vôlei: Se conseguir deixar de lado o estigma ‘do quase’, tem chance de alcançar as semifinais.

foto: Alexandre Arruda/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário