sábado, 3 de outubro de 2015

(Mineiro) Montes Claros e Sada/Cruzeiro prometem grande jogo no ‘Caldeirão’

Montes Claros e Sada/Cruzeiro se enfrentam neste sábado, às 17h, no ginásio Tancredo Neves, pelo Campeonato Mineiro. Enquanto a equipe comandada por Marcelo Mendez aparece na segunda posição, com 16 pontos, o Pequi Atômico soma 14 pontos, no terceiro lugar, sendo que as duas equipes já estão classificadas para as semifinais, porém ainda querem a melhor campanha para ter vantagem na fase seguinte.

Com a expectativa de um bom público, o Montes Claros quer aproveitar ao máximo o fator casa para seguir com essa boa campanha no Estadual. Nem mesmo a derrota para o Sada/Cruzeiro, em Sete Lagoas, na semana passada, tira o otimismo da equipe de Marcelinho Ramos, que trabalhou intensamente para este último confronto do Pequi Atômico na fase classificatória.

Para esse duelo, o treinador Marcelinho Ramos não contará com o central Thiago Salsa, que foi convocado para a Seleção Brasileira Militar, que disputa o Mundial da categoria neste mês de outubro, na República da Coreia. O treinador deve iniciar o duelo com o sérvio Milan Celic, que tem entrado nas últimas partidas apenas para sacar, porém Maicon Leite também tem chances.

“Salsa é um jogador importante para a equipe, mas sabíamos que a convocação ia ocorrer desde o início da temporada. Mais importante é incentivar o companheiro quer irá substituí-lo, dando confiança para fazer uma boa partida”, frisa o treinador Marcelinho Ramos.

Após cinco vitórias consecutivas, o Sada/Cruzeiro sofreu um revés para o Minas Tênis Clube e acabou perdendo a liderança do Estadual. Com a intenção de ficar com a melhor campanha e levar a fase final para Sete Lagoas, o time celeste sabe que precisa conseguir um bom resultado em Montes Claros. O técnico Marcelo Mendez ainda tem os desfalques causados pelas seleções, como Isac, Kadu e Winters, e a ausência do oposto Wallace se recuperando de cirurgia.

“A gente tem um jogo a menos, então ganhando reassumimos a liderança. Apesar da derrota no último jogo, nós temos que tirar o lado positivo do que aconteceu, principalmente porque estamos num período de preparação para o Mundial. A gente soube mostrar nosso poder de reação, saímos de um 2 a 0 e conseguimos empatar, quase levamos o tie-break. Mas também foi importante ver o que erramos, nós vimos que a gente não entrou como realmente poderia, com os 100% que temos para dar em quadra”, contou o central Éder.

“É uma responsabilidade muito grande substituir o Wallace, mas toda a equipe me deixa muito tranquilo para jogar e dar o meu melhor dentro de quadra. E com a ajuda de todo mundo fica mais fácil. Nosso time é muito bom e eu sei que, que como sou mais novo, o pessoal se preocupa mais comigo e me ajuda a cada jogo. Quero continuar evoluindo e vamos com esse pensamento para Montes Claros. No primeiro turno, a partida contra eles foi disputada, eles têm um bom time. Mas se a gente entrar com garra, com gana, tenho certeza que a gente pode conquistar os três pontos lá”, avisou o oposto Alan.

foto: Fredson Souza/MCV

Nenhum comentário:

Postar um comentário