quinta-feira, 1 de outubro de 2015

(Mineiro) Minas Tênis Clube quebra invencibilidade do Sada/Cruzeiro

Um verdadeiro clássico, com reviravoltas no placar, apoio da torcida e reclamações da arbitragem. Teve tudo isso no primeiro duelo entre Minas Tênis Clube e Sada/Cruzeiro pelo Campeonato Mineiro. Depois de muita disputa, o time de Belo Horizonte venceu por 3 sets a 2, parciais de 25/19, 28/26, 22/25 e 27/29 e 15/13, na Arena JK, assumindo assim a ponta da tabela, com 16 pontos, mesmo número da equipe celeste, que perde no critério de desempate.

O clássico mineiro começou muito equilibrado. O primeiro set foi disputado ponto a ponto até a reta final, quando o Minas Tênis Clube cresceu na partida e disparou. Com ótimo aproveitamento no saque, a equipe da casa encerou a parcial com dois aces do cubano Raidel: 25 a 19. No segundo set, os donos da casa mantiveram a atuação segura e permaneceram em vantagem boa parte da parcial. Mesmo perdendo por 23 a 18, o Sada/Cruzeiro conseguiu empatar, com grande passagem de Leal no saque. Entretanto, no final, os comandados de Nery Tambeiro venceram por 28 a 26.

As equipes voltaram animadas para o terceiro set e, mais uma vez, o equilíbrio prevaleceu. Minas Tênis Clube e Sada/Cruzeiro se alternavam na liderança do placar, sem grandes vantagens. Mais tranquilo em quadra, o time cruzeirense fez 25 a 22, diminuindo assim a diferença. No quarto set, os cubanos Escobar e Raidel estavam bem em quadra, mas foi o jovem Alan, quem foi destaque para ajudar os visitantes a vencerem o período por 29 a 27.

No tie-break, parecia que o Sada/Cruzeiro ia tomar a dianteira do placar, que iniciou com 3 a 1 a favor dos visitantes. Mas o Minas Tênis Clube não demorou para igualar o marcador. Quando o placar estava 8 a 8, Escobar atacou e os jogadores de Marcelo Mendez reclamaram muito com a arbitragem, dizendo que a bola tinha passado por fora da antena. O ponto foi dado aos donos da casa, que continuaram embalados e abriram 13 a 9. Mesmo após nova reação cruzeirense, a equipe de BH conseguiu, em um erro de saque de Alan, fechar em 15 a 13.

“Conseguimos uma boa vitória e passamos para o primeiro lugar. Estamos em um bom começo de temporada, com uma boa formação, e muito trabalho no dia a dia”, afirmou o cubano Escobar.

“Abrimos 2 a 0, depois o Sada/Cruzeiro dominou o terceiro set, e poderíamos ter vencido no quarto. O time deles teve méritos no saque e nos complicou, mas são detalhes que vamos corrigir. Ainda erramos muito nos momentos decisivos. Mas fico feliz em saber que vencemos um time campeão da Superliga, que disputará o Mundial, isso enaltece o nosso trabalho. Agora vamos nos preparar para o próximo jogo, que será muito difícil também”, disse o técnico Nery Tambeiro.

“Nós oscilamos muito nosso jogo. Estamos trabalhando muito pesado, mexendo bastante no time, pois estamos nos preparando para o Mundial. É uma coisa normal nesse período. Acho que na próxima partida vamos melhorar bastante. O time do Minas Tênis Clube jogou muito bem, jogamos à altura da circunstância, mas não jogamos como podíamos jogar. Temos que pensar na próxima partida, para ir em busca de uma vitória e principalmente tentar melhorar nosso jogo”, enfatizou o técnico Marcelo Mendez

No próximo sábado, às 17h, o Sada/Cruzeiro enfrenta o Montes Claros, terceiro colocado com 14 pontos, no ginásio Tancredo Neves. Já no 13 de outubro, ocorre novamente o duelo entre Minas Tênis Clube e Sada/Cruzeiro, em Contagem, encerrando a fase classificatória do Estadual.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, Alan, Filipe, Leal, Éder, Pedrão, Serginho (líbero)
entraram: Moreno, Fernando Cachopa, Rodriguinho e Éder Levi
Técnico: Marcelo Mendez

Minas Tênis Clube: Everaldo, Escobar, Canuto, Raidel, Flávio, Pétrus e Lucianinho (líbero)
entraram: Léo, Madaloz, Thiago e Eduardo
Técnico: Nery Tambeiro

foto: Orlando Bento/Minas Tênis Clube

Nenhum comentário:

Postar um comentário