segunda-feira, 21 de setembro de 2015

(Mineiro) Unincor/Três Corações derrota Juiz de Fora no tie-break

Em partida bastante disputada, a Unincor/Três Corações venceu o Juiz de Fora Vôlei por 3 sets a 2, parciais de 25/22, 17/25, 25/19, 27/29 e 15/12, no ginásio Faefid da UFJF. Com o resultado, a equipe do técnico Toninho Rezende chegou aos quatro pontos e assumiu o quarto lugar, enquanto o time de Alessandro Fadul caiu para a quinta posição, também com quatro pontos, mas perdendo nos critérios de desempate.

O primeiro set foi bastante disputado. A equipe da casa fechou os dois tempos técnicos na frente, mas o Unincor/Três Corações cresceu em quadra com o bom desempenho no bloqueio e nas variações das bolas de fundo. Em um momento importante, quando perdia de 21 a 18, os visitantes conseguiram impor seu ritmo e viraram para fechar em 25 a 22.

O segundo set também foi acirrado, com as duas equipes sabendo da importância desse jogo para a classificação. A Unincor/Três Corações chegou ao primeiro tempo técnico na frente: 8 a 7, mas o Juiz de Fora Vôlei se recuperou e fez 13 a 16 na segunda parada obrigatória. Os comandados de Alessandro Fadul mantiveram a diferença e com tranquilidade fecharam em 25 a 17.

Na terceira parcial, o Unincor/Três Corações imprimiu um melhor ritmo de jogo. Aproveitando o side-out, os visitantes tiveram uma sequência muito boa, com destaque para Alemão, Marcos e Humberto. Os visitantes chegaram a fazer 8 a 3 no primeiro tempo técnico e 16 a 7 no segundo. O Juiz de Fora chegou a reagir, mas não o suficiente, perdendo por 25 a 19.

Quarto set foi emocionante. As duas equipes partiram para o tudo ou nada. O placar foi disputado ponto a ponto, sendo que a Unincor/Três Corações ficou na frente nas duas paradas técnicas: 8 a 7 e 16 a 15. No final, os visitantes chegaram a ter o match point (24 a 22), mas a equipe da casa não desistiu e ganhou por 29 a 27, forçando assim o tie-break.

No set decisivo, o Juiz de Fora bem que tentou, mas não conseguiu segurar a pressão que a Unincor/Três Corações impôs desde o início da parcial. Com bom desempenho na virada de bola e no saque, os visitantes garantiram a vitória fora de casa a fazerem 15 a 12 e fecharem o duelo em 3 sets a 2.

“Sabíamos que ia ser um jogo difícil, tínhamos consciência da responsabilidade e da importância desta partida e, a mesma vontade que a gente mostrou em quadra, eles também tiveram. Nós conseguimos alinhar melhor os passes, variar mais as jogadas e trabalhar muito bem o bloqueio e o saque, isso fez toda diferença. Foi uma vitória muito importante, pois, no ritmo do campeonato, eles são nossos adversários diretos. Agora temos mais uma chance de pontuar, contra o Minas Tênis Clube, em casa. Vamos continuar fazendo nosso trabalho, seguir confiantes e acompanhar os resultados das próximas rodadas”, comentou o ponteiro Renato Hermely.

“Era uma partida muito importante, nós precisávamos dos pontos. O resultado não foi o que esperávamos. Nosso time oscilou muito, talvez até por problemas que alguns jogadores tiveram durante a semana, quando passaram mal. Isso dificultou um pouco. Mas a classificação não está perdida. Tivemos um jogo muito produtivo contra o Montes Claros lá, e vamos tentar fazer o nosso melhor na quarta-feira”, declarou o levantador Felipe Hernandez.

Na próxima quarta-feira, às 20h, o Juiz de Fora Vôlei encara Montes Claros, no ginásio da Faefid na UFJF. Já no sábado, às 19h, o Unincor/Três Corações recebe o Minas Tênis Clube, no ginásio Pelezão.

foto: Unincor/Três CoraçõesDivulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário