quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Após queda de braço, CBV auxiliará clubes com algumas despesas da Superliga

Depois de muita conversa e até reclamações, a Confederação Brasileira de Vôlei atenderá um importante pedido dos clubes que disputarão a Superliga 2015/2016. A entidade vai arcar com os custos de passagens aéreas, hospedagem, alimentação e arbitragem dos participantes da elite nacional. Uma vitória para os clubes em um momento que existe uma aproximação entre as partes.

“Estamos todos imbuídos do espírito de colaboração para termos uma Superliga cada vez mais forte e à altura da qualidade do vôlei brasileiro”, comentou o diretor executivo da CBV, Ricardo Trade.

Inicialmente a CBV havia sinalizado que arcaria com a hospedagem, algo que incomodou dez dos dozes clubes que estão na disputa. Ameaçando até boicotar uma reunião que viabilizaria a tabela de jogos, as equipes forçaram que a entidade fizesse uma contrapartida, onde acabaram sendo incluído: as passagens aéreas, a alimentação e o custo com a arbitragem. Por outro lado, a CBV receberá em troca propriedades para comercialização: postes, redes e cadeiras de árbitros. 

A próxima edição da Superliga vai começar no início de novembro de 2015 e vai até o dia 10 de abril de 2016. A tabela oficial do campeonato está em confecção, na fase de ajustes finais e deve ser apresentada na próxima semana. Além disso, fica agora a expectativa para saber como CBV e os clubes vão se alinhar na sequência, como a discutida final com jogo único.

foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário