quinta-feira, 2 de julho de 2015

(Liga Mundial) Brasil mostra força e vence a Itália em Cuiabá

Nesta quinta-feira, com cerca de 11.600 torcedores no ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá, a Seleção Brasileira venceu a Itália por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 26/24 e 25/19, pela última rodada da fase classificatória da Liga Mundial. As duas equipes voltam a se enfrentar nesta sexta-feira, às 14h, no mesmo local, com transmissão da Rede Globo e da Band. 

O Brasil começou melhor e abriu 3 a 1. Os donos da casa seguiram com boa vantagem em 7 a 3. No potente ataque de Wallace, a seleção foi para o primeiro tempo técnico com quatro de vantagem (8 a 4). Quando o Brasil chegou a 12 a 8, a seleção italiana pediu tempo. Depois de uma bola bastante disputada, Isac atacou e pontuou para a seleção brasileira: 15 a 11. Contando com erros da Itália, o Brasil chegou a 20 a 15. Depois de bom saque de Lucarelli, o Brasil contra atacou e Wallace fez 24 a 19. Para finalizar o set, Lucarelli fez 25 a 20.

O segundo set começou diferente, favorável a Itália, que logo abriu 8 a 2. No bloqueio simples de Lucão, a diferença caiu para 8 a 4. Depois de longa disputa, Wallace finalizou a jogada e fez o quinto ponto. Os italianos voltaram a abrir e colocaram o dobro de pontos em 12 a 6. No ace de Lucão, a vantagem adversária caiu para 13/10. Com ponto de saque de Lucarelli, o Brasil chegou ao ponto de empate: 16 a 16. A equipe da casa manteve o bom ritmo e fez 21 a 19. A Itália buscou e quando o marcador estava em 22 a 22, Bernardinho pediu tempo. Novo empate em 24 a 24. Mas, no bloqueio de Murilo, o Brasil fechou em 26 a 24.

O equilíbrio permaneceu no início da terceira parcial. No erro do Brasil, a Itália colocou dois de vantagem (5 a 3). Na china de Lucão, a seleção brasileira encostou em 8 a 7. O time da casa virou e assumiu o comando do placar em 11 a 10 e, partir daí, dominou a parcial. Contando com apoio da torcida, a seleção brasileira manteve o bom ritmo e, na parcial mais tranquila, fechou em 25 a 19.

“Saímos de Sydney, onde jogamos no último domingo, em uma temperatura abaixo de 10 graus para enfrentar esse calor agora, mas isso é algo que estamos acostumados. Jogamos no Brasil quase sempre nesse calor. Sentimos um pouco, mas procuramos hidratar sempre e nos preparamos para isso”, disse o levantador Bruninho.

“Fizemos um bom primeiro set e, no segundo, começamos mal, mas talvez tenha sido o mais interessante da partida. Começamos mal, mas soubemos recuperar, colocamos pressão no saque, jogamos com inteligência e foi importante a vitória. No terceiro, soubemos controlar bem. Foi um bom resultado, mas ainda temos que melhorar mais amanhã”, analisou o treinador Bernardinho, que após punição de dez jogos imposta pela FIVB voltou a estar na beira da quadra.

Equipes:

Brasil: Brunino, Wallace, Isac, Lucão, Murilo, Lucarelli e Serginho (líbero)
entraram: William, Evandro e Lipe
Técnico: Bernardinho

Itália: Travica, Vettori, Birarelli, Anzani, Zaytsev, Lanza e Colaci (líbero)
entraram: Sabbi, Massari, Antonov e Mengozzi
Técnico: Mauro Berruto

foto: FIVB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário