terça-feira, 7 de julho de 2015

Brasil dá troco na Argentina em segundo amistoso no Nordeste

E deu Brasil na segunda partida contra a Argentina dos três amistosos realizados na região nordeste. Contando com o apoio de 8.304 torcedores do ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza, a equipe verde e amarela venceu por 3 sets a 1, parciais de 25/22. 25/14, 17/25 e 25/18. No próximo sábado, às 12h30min, as duas seleções terão a possibilidade de desempatar a serie, já que os hermanos venceram em Natal, em duelo a ser realizado em João Pessoa.

A Argentina saiu na frente convertendo a primeira virada de bola e seguiu administrando o placar e aproveitando a falta de convicção brasileira no ataque. Com o erro de passe do time da casa, os argentinos abriram três pontos, 5 a 8. A vantagem dos visitantes diminuiu depois da parada pedida pelo técnico Maurício Motta diminuiu, até que, em um ataque para fora de Martina o placar ficou igual em 12 a 12. A partir daí as ações se equilibraram e o Brasil conseguiu a virada e fechou em 25 a 22.

No segundo set a torcida se animou com a virada na parcial anterior e deu o suporte para o time da casa seguir na frente desde o começo. Com o bloqueio de Douglas Souza o Brasil fez 12 a 10. Os brasileiros acertaram a marcação do bloqueio, o que ajudou na melhora do volume defensivo e possibilitou os contra-ataques. No ponto de saque de Otávio a diferença chegou a seis pontos (19 a 13). Os adversários se perderam em quadra e a vantagem cresceu. Com um bloqueio de Maurício Souza o Brasil encerrou em 25 a 14.

O time argentino veio para a terceira parcial mais arrumado, e com o passe na mão do levantador Gonzalez que distribuiu com tranquilidade e os visitantes abriram 2 a 6. Maurício Motta trocou os levantadores e Thiaguinho foi para a quadra, mas o passe brasileiro não chegava e alguns erros bobos de ataque continuavam acontecendo e o treinador brasileiro parou jogo em 13 a 18. Na sequência os portenhos continuaram impondo o ritmo do jogo e fecharam em 17 a 25.

Empolgados com a vitória no set anterior os argentinos arriscaram mais no saque e aproveitaram os contra-ataques. Com uma paralela do oposto Martina pela saída o time visitante abriu 1 a 5. Depois do tempo técnico os donos da casa reagiram e trouxeram a torcida junto. No erro de ataque de Zanotti o placar ficou igual em 8 a 8. O placar ficou equilibrado até que o central Otávio foi para o saque e dificultou o passe da Argentina. Com dois contra-ataques de Maurício Borges o time brasileiro virou e abriu dois, 14 a 12. Empurrados pela torcida o Brasil aumentou a diferença e venceu por 25 a 18.

“A Argentina é um adversário difícil sempre. Um time jogueiro, tem muito volume. É difícil rodar a bola, precisamos sempre de paciência. Foi um ótimo teste para nós que iremos disputar o Pan nos próximos dias. Eles são um time que faz o outro jogar e pensar para conseguir rodar a bola”, contou o central Otávio.

“Jogamos hoje com a cabeça um pouco mais no lugar. Tivemos uma certa afobação no início do primeiro set, mas consertamos. É muito bom jogar tendo este público apoiando o tempo todo. Gostei da atuação no passe. Nosso bloqueio foi bem melhor hoje, muito em razão de nosso saque que também foi muito bem”, disse o treinador Maurício Motta Paes, que vem substituindo Rubinho.

Equipes:

Brasil: Renan Buiatti, Murilo Radke, Maurício Borges, Douglas Souza, Otávio, Maurício Souza e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Rafael Araújo, Thiaguinho, Kadu e Bruno Canuto.
Técnico: Maurício Motta Paes.

Argentina: Martina, Gonzalez, Palacios, Zanotti, Franetovich, Guzmán e Lopez (líbero)
entraram: Quiroga, Koukartsev, Chirivino e Scarpin
Técnico: Martin Lopez.

foto: Alexandre Arruda/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário