segunda-feira, 15 de junho de 2015

Seleção para os Jogos Pan-Americanos faz serie de amistosos no nordeste

A região Nordeste será a casa da seleção masculina na fase final de preparação para os Jogos Pan-Americanos. Natal (RN), Fortaleza (CE) e João Pessoa (PB) receberão três amistosos entre o Brasil e a Argentina com vistas para a competição internacional em que as duas equipes participam. 

A excursão começa no dia 2 de julho na capital do Rio Grande do Norte, onde o primeiro amistoso acontecerá no sábado, dia 4, às 19h15min. No dia 6 será a vez de Fortaleza com a partida entre os rivais sul-americanos programada para às 21h. Encerrando a série, brasileiros e argentinos voltarão a se enfrentar em João Pessoa no domingo, dia 11, às 14h. 

“Para mim será muito especial porque minha família toda poderá assistir, e desde que saí de casa com 14 anos a maioria dos meus familiares nunca me viu jogar. Meu pai nunca viu um jogo meu ao vivo como profissional, então isso vai servir como uma motivação a mais para eu me preparar bem, fazer bons jogos e depois buscar o título dos jogos Pan-Americanos”, disse o levantador Thiaguinho.

“Tem um tempo que estamos treinando, mas esta série de amistosos serão fundamentais para o nosso crescimento, para pegar ritmo de jogo. Teremos arbitragem oficial e um adversário de alto nível que também estará na competição. Há detalhes que só conseguimos ajustar jogando. No Nordeste, onde tudo começou para mim, jogar com a presença de amigos e familiares torcendo, me deixará muito feliz. Normalmente os torneios internacionais não passam por lá, mas tenho certeza que a torcida fará uma bela festa”, disse o ponteiro João Rafael.

Para o diretor de seleções da Confederação Brasileira de Voleibol, Renan Dal Zotto, o Nordeste sempre foi um celeiro de talentos e que a passagem pelas três capitais nordestinas também renderá intercâmbio com as pessoas que trabalham em prol do vôlei na região. Além disso, as três partidas entre brasileiros e argentinos serão transmitidas pelo Sportv.

“O Nordeste é uma praça extremamente importante para o voleibol, a história mostra isso, já que muitos jogadores surgiram lá, seja da praia ou da quadra. E toda vez que conseguimos levar a seleção para jogar por lá é muito importante, pois mobiliza bastante o público e as pessoas que trabalham com a nossa modalidade. Poderemos interagir bastante com os torcedores e treinadores, temos programadas algumas clínicas nas cidades pelas quais passaremos. O Brasil é um país muito grande e é difícil levar a seleção em todas as regiões”, disse o ex-jogador e hoje dirigente. 

foto: CBV/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário