quarta-feira, 1 de abril de 2015

(Superliga) Sesi-SP faz valer fator casa, vence Funvic/Taubaté e está na final

Com o ginásio da Vila Leopoldina completamente lotado, o Sesi-SP venceu a Funvic/Taubaté por 3 sets a 1, parciais de 25/17, 25/20, 22/25 e 25/23, pelo segundo jogo das semifinais da Superliga 2014/2015. Com a vitória, o time comandado por Marcos Pacheco fechou a serie em 2 a 0 e garantiu um lugar na decisão, onde enfrentará em jogo único, no dia 12 de abril, no ginásio do Mineirinho, o Sada/Cruzeiro (atual campeão), em uma reedição da final da edição passada.

A Funvic/Taubaté abriu o jogo com ponto de erro de saque do adversário. Mas o Sesi-SP começou com ritmo forte e, depois de ponto de bloqueio, fez 5 a 2, e forçou o técnico Cézar Douglas a pedir tempo. No bloqueio de Lucarelli, o time da casa chegou a 7/2. O Taubaté reduziu a diferença em 8 a 4. Contando com muitos erros do adversário, o Sesi-SP chegou a 13 a 6 e Cézar Douglas pediu mais um tempo. Com Dante bem no ataque, a Funvic/Taubaté diminuiu a diferença para 17 a 12. O Sesi-SP manteve o bom ritmo e chegou a 23 a 16, sem grande dificuldade. No final, 25 a 17.

O segundo set teve um início mais equilibrado, com as equipes empatadas em 3 a 3. No bloqueio de Riad, o Sesi-SP colocou um de vantagem. O time da casa, então, embalou e, tirando proveito do nervosismo do adversário, que recebeu cartão vermelho por reclamação de Lipe, fez 10 a 5. Com bom saque de Sidão, a Funvic/Taubaté se aproximou no placar (14 a 11). No bloqueio e Sidão, o placar foi para 18 a 15 e Pacheco pediu tempo. O marcador se manteve em três pontos de diferente (22 a 19). No bloqueio simples de Murilo, o Sesi-SP fez 24 a 19. E com Lucão, fechou em 25 a 20.

Dante abriu o placar do terceiro set. O Sesi-SP fez 4 a 3 e, com Lorena, o Taubaté/Funvic deixou tudo igual em 4 a 4. Com Lipe, o time visitante fez 6 a 5. Com Lucarelli, o Sesi-SP assumiu o comando do placar em 8 a 7. A parcial seguiu com equilíbrio. No ponto de saque de Lorena, o Taubaté fez 10 a 9. Ainda em boa passagem de Lorena pelo saque, o time do Vale do Paraíba fez 12 a 9. A vantagem esteve em um a favor da Funvic/Taubaté em 18 a 17. Quando o placar apontou 21 a 18, o Sesi-SP pediu tempo. O final do set foi bem disputado, com o Taubaté em vantagem (23 a 21). No final, no bloqueio de Sidão, o time visitante fechou em 25 a 22.

A quarta parcial começou novamente com equilíbrio (3 a 3). A Funvic/Taubaté colocou um de vantagem em 8 a 7. Com Lorena, a equipe do Vale do Paraíba manteve um ponto de diferença (12 a 11). No erro do adversário, o Sesi-SP chegou ao ponto de empate: 13 a 13. No ace de Sidão, o Taubaté fez 16 a 14. Com ponto de bloqueio de Riad, o Sesi-SP deixou tudo igual em 17 pontos. Neste momento, Cézar Douglas pediu tempo. A disputa seguiu acirrada, com um de vantagem para o Taubaté em 20 a 19. No ataque para fora do adversário, o Sesi-SP fez 23 a 22. Com Dante, o time visitante fez 23 a 23. Mas, o Sesi-SP fechou em 25 a 23.

“Conseguimos segurar bem na recepção, mesmo contra o alto nível do saque dele. O Marcelinho fez uma grande partida, com uma ótima distribuição de bola, os atacantes também, Théo, Lucãoi, Riad, Murilo, todos jogaram muito bem e o time inteiro está de parabéns”, disse o ponteiro Lucarelli.

“Deu tudo certo para o nosso lado, principalmente no primeiro set. Quando a qualidade do adversário entrou em quadra, houve o equilíbrio que esperávamos, mas, apesar das parciais apertadas, conseguimos a vitória. Agora, temos que descansar um pouco e fazer um trabalho forte já pensando só no Sada Cruzeiro para a disputa da final”, declarou o central Riad. 

“Fizemos uma apresentação ruim na primeira partida da série e hoje, conseguimos recuperar durante o jogo. Não conseguimos o resultado que queríamos, mas o time está de parabéns. Logo no primeiro ano dessa formação, conseguimos os títulos do Paulista e da Copa Banco do Brasil e chegamos entre os quatro da Superliga. É uma grande temporada, sem dúvida”, afirmou o oposto Lorena.

Equipes:

Sesi-SP: Marcelinho, Theo, Riad, Lucão, Murilo, Lucarelli e Serginho (líbero)
entraram: Thiaguinho, Rafael e Maurício Borges
Técnico: Marcos Pacheco

Funvic/Taubaté: Raphael, Lorena, Sidão, Maurício, Lipe, Dante e Felipe (líbero)
entraram: Léozão, Pedro, Thiago Sens e Deivid
Técnico: Cézar Douglas

foto: Sesi-SP/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário