quinta-feira, 2 de abril de 2015

Será que veremos Cuba com força máxima nos Jogos Olímpicos

Imaginem uma equipe que teria como base os ponteiros León (Zenit Kazan) e Leal (Sada/Cruzeiro), além do central Simon (Copra Piacenza). Pois bem, esse pode ser o time de Cuba para os Jogos Olímpicos do Rio/2016. Existe uma forte pressão de treinadores do país caribenho e de atletas que jogam no exterior para que o governo seja mais flexível nas normas que impede a presença de ‘estrangeiros’ na seleção.

Os rumores sobre uma mudança começaram no ano passado e o desempenho de Cuba na Liga Mundial deixou evidente que a seleção precisa se reforçar se quiser fazer bonito no Rio de Janeiro. A aproximação dos Estados Unidos diminuindo o embargo econômico também é um processo que auxilia nas argumentações de pessoas ligadas ao ministério do esporte cubano.

Enquanto Cuba não se manifesta a esse respeito, alguns jogadores do país vão se destacando mundo a fora. León acabou de ganhar o prêmio de MVP no final four da Champions League, onde conquistou com o Zenit Kazan, o título europeu. Leal vem sendo o destaque do Sada/Cruzeiro e chega mais uma vez a decisão da Superliga nesta temporada. Isso sem falar em Juantorena, Hernandez e Bozulev Sanches.

foto: Divulgação/CEV

Nenhum comentário:

Postar um comentário