sábado, 21 de março de 2015

(Superliga) Sada/Cruzeiro vence primeiro jogo diante do Minas Tênis Clube

No primeiro jogo das semifinais da Superliga 2014/2015, o Sada/Cruzeiro saiu na frente ao vencer o Minas Tênis Clube por 3 sets a 1, parciais de 25/23, 26/24, 23/25 e 25/21, no ginásio do Riacho, em Contagem. Com a vitória, o time celeste joga por um novo resultado positivo no dia 30, às 18h30min, na Arena JK. Já a equipe de Belo Horizonte terá que vencer em casa para forçar um terceiro duelo, no dia 4 de abril, novamente na casa dos cruzeirenses.

O Sada/Cruzeiro saiu na frente e, no ace de Leal, fez 3 a 1. No bloqueio de Flávio, o Minas chegou ao empate em 4 a 4. O set seguiu igual. No primeiro tempo técnico, vantagem de um ponto para o time da casa: 8 a 7. A diferença passou a ser de dois pontos a favor da equipe cruzeirense em 12 a 10. O Minas reagiu e, com dois bloqueios seguidos, e um ponto de saque, fez 14 a 12. Neste momento, o Sada pediu tempo. No bloqueio de William, o time da casa empatou em 14 a 14. O jogo manteve o equilíbrio (17 a 17) e, no bom saque de Leal, o Sada/Cruzeiro chegou a 19 a 17. Foi hora do Minas parar o jogo. No ponto de bloqueio, o Minas empatou mais uma vez (21 a 21) e, no erro do adversário, fez 22 a 21. A reta final do set ficou ainda mais emocionante com o empate em 23 a 23. Com ponto de Éder e erro do adversário, o Sada/Cruzeiro fechou em 25 a 23. 

O Minas Tênis Clube começou o segundo set melhor e fez 5 a 3. Depois de uma bola bastante disputada, o central Otávio bloqueou e o time minastenista fez 7 a 4. No ace de Leal, o Sada/Cruzeiro chegou ao ponto de empate: 10 a 10. O set passou a ter grande equilíbrio, assim como o primeiro e as equipes estiveram empatadas em 12 a 12 e 14 a 14. Depois do bom saque de William, o time cruzeirense colocou dois de vantagem em 17/15. Ainda em boa passagem do levantador pelo saque, a diferença aumentou ainda mais a favor da equipe da casa no bloqueio individual de Wallace: 20 a 15. O Minas buscou e chegou perto do placar em 22/20. A disputa seguiu equilibrada (24 a 24), mas o Sada/Cruzeiro venceu por 26 a 24.

O Minas entrou determinado no terceiro set e saiu na frente, fazendo 4 a 3. O time visitante seguiu bem e fez 7 a 5. O Sada/Cruzeiro reagiu e, no erro do adversário, chegou ao ponto de empate em 7 a 7. A partir deste momento, os donos da casa impuseram um ritmo forte e abriram dois de vantagem (10 a 8). Quando a diferença passou a ser de três pontos, em 13 a 10, o técnico do Minas, Nary Tambeiro, pediu tempo. O Sada/Cruzeiro manteve o mesmo ritmo em 16 a 13. O time minastenista, então, reagiu e deixou tudo igual novamente: 16 a 16. Ainda em boa passagem de Everaldo pelo saque, o grupo visitante fez 17 a 16. Com Escobar, o Minas ainda chegou a 20 a 17 e o Cruzeiro pediu tempo. A equipe do Minas ainda fez 23 a 20, mas o Sada encostou em 24 a 23. No final, no erro de saque do adversário, o Minas fechou em 25 a 23.

O Minas Tênis Clube começou bem na quarta parcial, quando fez 3 a 2. Com dois pontos consecutivos de saque de Isac, o Sada/Cruzeiro, no entanto, assumiu o comando do placar e ainda fez 5 a 3. Na sequência, o Minas voltou a pontuar e, com ace de Otávio, colocou um de vantagem em 8 a 7. O jogo voltou a ficar igual em 13 a 13. Depois de bom saque de Filipe, o Sada/Cruzeiro voltou a estar em vantagem (16 a 14). Mais para o final do set, o time da casa contou com o aproveitamento e a garra do ponteiro Filipe que, embalado pela torcida, fez o 20º ponto, enquanto o Minas tinha 17. No ponto de saque de Wallace, o Sada chegou a 23 a 19. Depois, embalado, o time cruzeirense fechou em 25 a 21.

“O Filipe jogou bem em toda a partida. Pressionou muito bem o adversário no saque, respondeu muito bem no ataque também e ele está de parabéns pela boa partida”, destacou o treinador Marcelo Mendez.

“Nós sempre escolhemos fazer o primeiro jogo em casa, onde contamos com a nossa torcida, a nossa força e hoje o grande diferencial foi a entrega do time. Todo o grupo se juntou e jogou como um time mesmo. Já demos um passo para a final, mas isso não significa nada. O Minas cresceu bastante nessa reta final, vem jogando muito coeso, defendendo bem, passando bem também e eles estão de parabéns. Vamos com tudo para cima deles no segundo jogo”, afirmou o ponteiro Filipe.

“Não chegamos à toa na semifinal. Agora, temos que ter paciência, já que eles são um time muito difícil de enfrentar. Temos que errar muito pouco e forçar o jogo, já que, com o passe na mão, o William brinca em quadra. Hoje, podíamos ter tido um pouco mais de calma nos momentos cruciais dos dois primeiros sets. Talvez fosse importante acreditar um pouco mais, mas faz parte. Temos um grupo jovem e vamos ver o que erramos hoje para melhorar na próxima partida”, disse o levantador Everaldo.

Equipes:

Sada/Cruzeiro:
William, Wallace, Éder, Isac, Filipe, Leal e Serginho (líbero)
entraram: Fernando, PV e Douglas
Técnico: Marcelo Mendez

Minas Tênis Clube: Everaldo, Escobar, Otávio, Flávio, Samuel, Bruno Canuto e Lucianinho (líbero)
entraram: Felipe, Franco, João e Willian
Técnico: Nery Tambeiro

foto: Orlando Bento

Nenhum comentário:

Postar um comentário