sexta-feira, 20 de março de 2015

(Superliga) Sada/Cruzeiro e Minas Tênis abrem disputa das semifinais

Nesta sexta-feira, às 19h, um duelo mineiro abre as semifinais da Superliga 2014/2015. De um lado estará o Sada/Cruzeiro, atual campeão e melhor campanha da fase regular, enquanto do outro aparece o Minas Tênis Clube, tradicional equipe e que vem sendo a grande surpresa da competição. A primeira partida, da série melhor de três, ocorre no ginásio do Riacho, em Contagem, casa do time celeste, que tem a vantagem de fazer dois jogos em seus domínios. O Sportv transmitirá ao vivo.

Depois de uma fase regular quase perfeita, o Sada/Cruzeiro eliminou o Montes Claros por 2 jogos a 0 nas quartas de final. O técnico Marcelo Mendez sabe que o nível de dificuldade será maior na semifinal, mas conta com uma equipe experiente e que joga junto faz um bom tempo. Wallace e Leal são sinônimo de pancadaria no ataque e a boa notícia é a recuperação do central Éder, que não atuou na última partida no ginásio Tancredo Neves. A expectativa é de ginásio lotado, pois toda a carga de 2.200 ingressos para a partida foi vendida até o início da tarde de quinta-feira.

“O time do Minas vem crescendo bastante na competição. Tiraram o Brasil Kirin, que enfrentou alguns contratempos, mas o que não tira o mérito do time mineiro, que fez uma grande fase classificatória e jogou muito bem as quartas de final. O oposto deles (Escobar) está em uma excelente fase, assim como o Samuel, que está voltando muito bem (...) O time deles está bem redondo, como costumamos falar no esporte, e temos que jogar o nosso melhor para tentar ganhar deles. Não vai ser um jogo fácil. Pelo contrário, sabemos que vai ser bem complicado, também por ser um clássico e onde não há favoritos. Temos que impor nosso ritmo para tentar sobressair sobre eles. Vai ser uma grande semifinal, bem difícil e temos que tomar bastante cuidado”, elogiou o oposto Wallace.

“O time do Minas realmente vem crescendo nesta fase final, com um volume de jogo estável. Mas a gente sabe da nossa qualidade, sabe da nossa responsabilidade. Temos uma equipe que vem trabalhando junta há cinco anos, acostumada a estar nas finais, a chegar nesses momentos decisivos. Temos um grupo bem coeso e espero que dê tudo certo pra gente. Vamos com nossa forca máxima para esta partida”, destacou o ponteiro Filipe.

Pelo lado do Minas Tênis Clube, o técnico Nery Tambeiro espera ver o time com a mesma determinação apresentada nas duas partidas contra o Brasil Kirin pelas quartas de final. O cubano Escobar é a grande arma ofensiva da equipe de Belo Horizonte, porém o que chama atenção é a capacidade do time defensivamente, com destaque para o líbero Lucianinho e o ponteiro Bruno Canuto. 

“Esse fato de todos considerarem o Sada/Cruzeiro como o favorito, sem dúvida nos motiva bastante, pois qualquer time quer ganhar dessa equipe a ser batida. Nosso time vai muito confiante para esse jogo, pois fizemos duas excelentes partidas contra o Brasil Kirin (...) Toda a equipe se superou e todos, sem exceção, jogaram muito bem nas quartas de final. Acho que isso ajuda muito qualquer jogador a desempenhar o seu papel da melhor forma. Então, sinto que se repetirmos as atuações dos últimos jogos, vamos dar trabalho para qualquer adversário ganhar da gente”, confirmou Otávio.

“Trabalhamos o ano inteiro para este momento, para estarmos na fase decisiva. É um clássico de grande importância para os dois lados. O Sada/Cruzeiro é o favorito, um time que joga junto há cinco anos e tem um excelente conjunto. Mas nós chegamos até aqui e queremos mais. Vamos dar o nosso melhor em quadra para conseguir chegar à final. Para a gente seria um feito muito importante”, disse o líbero Lucianinho.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Filipe, Leal, Douglas Cordeiro, Isac e Serginho (líbero)
Técnico: Marcelo Mendez

Minas Tênis Clube: Escobar, Everaldo, Samuel, Bruno Canuto, Flávio, Otávio e Lucianinho (líbero)
Técnico: Nery Tambeiro

foto: Renato Araujo/Sada/Cruzeiro & Orlando Bento/Minas Tênis

Nenhum comentário:

Postar um comentário